Policial

Preso mandante do assassinato do prefeito de Candeias do Jamari

Katsumi Yuji Ikenohuchi Lema foi preso na Bolívia, ele estava foragido.


bookmark_borderCASO DE POLICIA date_range10 Ago 2018 - 15h38 personDIÁRIO DA AMAZÔNIA

Katsumi Yuji Ikenouchi Lema foi preso durante uma operação da Polícia Federal (PF) em conjunto com a Polícia da Bolívia nesta sexta-feira (10). Yuji é apontado como o principal suspeito de ser o mandante do assassinato do prefeito de Candeias do Jamari (RO), Francisco Vicente de Souza, conhecido como Chico Pernambuco. De acordo com a PF, Katsumi será escoltado até Porto Velho. Ele aguarda a transferência no presídio estadual de Guajará-Mirim.



katsumi residia na em Guyará Mirim desde o início deste ano, segundo investigações da PF. A polícia brasileira estava no país vizinho com a permissão da polícia boliviana, que autorizou as investigações.



Mandante



Katsumi Yuji Ikenouchi Lema é primo do atual prefeito de Candeias do Jamari, Luiz Ikenohuchi, que assumiu o cargo depois da morte de Pernambuco.



De acordo com as investigações da polícia, foi Katsumi quem contratou o articulador, que fez o contato com os executores.



O crime



O ex-prefeito Chico Pernambuco foi morto a tiros no dia 18 de março de 2017, quando chegava em casa, em Candeias do Jamari. Conforme a polícia, ele estava dentro do próprio carro quando levou três tiros de pistola.



O parlamentar de 66 anos chegava em casa com a namorada e uma criança, quando dois homens se aproximaram de motocicleta e efetuaram vários disparos. Chico Pernambuco foi atingido por dois tiros no peito e um no rosto.



Os acusados no envolvimento do assassinato do prefeito já foram julgados e condenados pelo Júri Popular.