QUENOTICIAS E REGIÕES

REMANEJAMENTO DO EFETIVO E FALTA DE CONCURSO PÚBLICO FRUSTRAM POLICIAIS CIVIS


bookmark_borderARIQUEMES POLITICA date_range06 Nov 2018 - 07h28 personAOR OLIVEIRA

Com a integração do Município de Alto Paraiso ao sistema Polícia Civil do Estado será entregue pelo Governo de Rondônia em breve a nova delegacia, apesar do pouco efetivo de policiais civis para trabalharem na nova unidade. A iniciativa prevê a melhoria da segurança da população do Vale do Jamari apesar do investimentos na infraestrutura, mas intriga e gera a insatisfação de servidores da Polícia Civil que aguardam a realização de concurso público.



Em matéria publicada no último dia 30 de outubro no site Quenotícias sobre o remanejamento de policiais de Ariquemes e o anúncio de inauguração da Delegacia de Alto Paraíso, leitores questionaram sobre a falta de concurso da instituição, para preenchimento dessas vagas; além de disserem que o remanejamento de policiais civil só trará prejuízos ao Município de Ariquemes e ainda o não funcionamento das delegacias em regime integral.



Para o Vereador Amalec da Costa, a construção de novas Delegacias - sem a elaboração de um concurso público para a contratação de policiais que atendam a necessidade da segurança – vai prejudicar o trabalho de investigação em todas as zonas da cidade, se caso o efetivo policial foi remanejado para os novos espaços.



“Do que adianta a segurança pública investir em mais delegacias sem policiais suficientes para atender a demanda de flagrantes e inquéritos policiais? Investigadores, escrivães e até mesmo delegados estão sendo transferidos para os novos postos, tornando a equipe cada vez mais reduzida”, declarou Amalec.



 “Acontecendo o remanejamento dos policiais haverá a redução na equipe de investigação e nos que recebem os flagrantes. O necessário seria um novo concurso para que novos policiais entrem na instituição e atenda a demanda, inclusive no interior para suprirem as necessidades emergentes do avanço da criminalidade”. Acrescenta Amalec.