Política

Tasso será convidado para acompanhar reforma da Previdência na Câmara

Tasso Jereissati (PSDB-CE) votou em Davi Alcolumbre (DEM-AP) na eleição para a presidência do Senado


bookmark_borderBRASIL POLÍTICA date_range09 Fev 2019 - 05h09 personPODER 360

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), convidará o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) para comandar uma comissão que acompanhará desde o princípio a tramitação da reforma da Previdência na Câmara.



 



Segundo Alcolumbre disse ao Drive Premium (newsletter por assinatura do Poder360), a intenção é fazer com que tudo corra mais rápido quando o texto chegar à Câmara Alta. O presidente do Senado defende que os senadores devem receber relatos sobre a tramitação da Previdência na Câmara conforme o processo for evoluindo entre os deputados.



“Precisamos antecipar. Não podemos apenas esperar que a Câmara termine o debate e só depois comecemos o nosso. O senador Tasso Jereissati é a pessoa ideal para nos ajudar nisso”, disse.



Para Alcolumbre, “nada é mais urgente” que a aprovação da reforma da Previdência.



Em artigo (eis a íntegra) publicado nesta 6ª feira (8.fev.2019) no jornal O Povo, do Ceará, Tasso Jereissati falou sobre os problemas ficais do Brasil e classificou o deficit da Previdência como o mais preocupante.



 



 



“De todos os nossos problemas fiscais, o déficit da Previdência é o maior e o que mais preocupa. Estancá-lo é prioridade primeira da Nação e, obviamente, deve ser a do Congresso Nacional. Nada é mais urgente”, disse Tasso .



10 PAUTAS PRÉ-PREVIDÊNCIA



Davi Alcolumbre também disse que recebeu uma lista de 120 projetos de alguma relevância que estão prontos para serem votados pelo plenário do Senado.



“Vamos reduzir para cerca de 30 e depois conversar com os líderes partidários para que tenhamos uma pauta mínima de 10 itens”, afirma.



Na próxima 3ª feira (12.fev.2019), o presidente do Senado irá reunir-se com líderes partidários com a intenção de fechar a divisão dos comandos das comissões permanentes de trabalho do Senado e articular a lista de 10 projetos para serem votados pelo plenário enquanto a reforma da Previdência não chega à Casa. A reunião será às 14h.



LÍDER DO GOVERNO NO SENADO



Questionado sobre quem poderia ser o líder do governo no Senado, Davi Alcolumbre citou o senador Esperidião Amin (PP-SC).



“Ele é uma pessoa muito experiente e nos aproxima ainda mais do PP, partido importante para aprovar as reformas”, afirmou.