Política

“Tretômetro do PSL”: o teste da troca de tretas da trupe

O Metrópoles separou figuras importantes e falas polêmicas para que você tente ligar os pontos. Não é fácil acompanhar as confusões...


bookmark_borderBRASIL POLITICA date_range19 Out 2019 - 08h10 personMETRÓPOLES




Em pouco mais de nove meses, o mandato de Jair Bolsonaro (PSL) foi abalado por declarações controversas de vários figurões bolsonaristas, a contar do próprio presidente. Logo após a posse, muitos opositores começaram a apostar em um eventual insucesso da gestão devido, entre outras coisas, às falas quase incontinentes do chefe do Executivo.



Nem os mais duros críticos da gestão nascente, todavia, esperavam que as declarações, digamos, inusitadas do líder da nova direita brasileira fossem muitas vezes superadas no grau de polêmica e potencial incendiário por auxiliares, familiares e mesmo colegas de partido. O PSL virou um grande barril de pólvora, com pavios curtíssimos alimentando incessantes brigas internas no partido – e logo respingando no governo e na relação da administração com o Congresso.



Em curto tempo, foram afastados ministros, defenestrados grandes articuladores do Congresso e despejadas frases que, mesmo formuladas em momentos graves e repletos de tensão, deram um toque de graça às presepadas dos bolsonaristas.



A verdade é que o Brasil não é um lugar para principiantes. É difícil, porém, acompanhar os tapas e beijos e, mais ainda, a quantidade de novas “personas non gratas” aos olhos de Bolsonaro. Na última semana, por exemplo, o presidente quis emplacar o filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), na liderança do PSL, descartando o deputado Delegado Waldir (PSL-GO).



Frustrada a manobra, tirou uma das mais visíveis aliadas até agora, a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), da liderança do governo no Congresso. E é desse caldeirão de bocas incontroláveis, ânimos exaltados e personalidades… exuberantes, incluindo figuras da oposição, que surgem as falas que o Metrópoles separou para você testar os conhecimentos sobre as crises desse governo tão peculiar.



Veja o quanto você sabe do fogaréu que consome o PSL e que solta faíscas diretamente no governo:







Quem falou o que?









 




1 / 12




 













 



"Pabllo Vittar, no lugar da Damares, faria muito melhor”












 











 








 



 










 




 








 










 




 








 










ria do Rosário (PT-RS)



 










 




2 / 12




 













 



"Olha só mais um 'presentinho' da milícia digital para mim. Não tenho medo da milícia, nem de robôs"












 










 




 








 










 




 








 










 




 








 










 




 








 










 




3 / 12




 













 



“Eu vou implodir o presidente. Aí eu mostro a gravação dele. Não tem conversa. Eu implodo ele" 












 










 




 








 










 




 








 










 




 








 










 




 








 










 




4 / 12




 













 



“Esquece o PSL, tá ok? Esquece”