QUENOTICIAS E REGIÕES

Tribunal de Contas segura as contas de 2017 da Prefeitura de Ariquemes


bookmark_borderARIQUEMES POLITICA date_range14 Mai 2020 - 18h37 personJornalismo QueNotícias.

Inexplicável a atitude do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia de ter enviado, para a Câmara de Vereadores de Ariquemes, somente a apreciação das contas do prefeito Thiago Flores referentes ao ano de 2018 e estar segurando as contas do ano de 2017.



Esse ano (2020) é um ano eleitoral e a população tem o direito de ter os elementos necessários para avaliação dos seus políticos, principalmente do atual Prefeito, mesmo este já ter declarado que não será candidato à reeleição, pois pode ser, esta sua atitude, mais uma ação de marketing para se promover ou uma estratégia de ficar quieto e não ter atenção maior dos adversários.



Uma das funções do Tribunal de Contas do Estado é fiscalizar as atividades administrativas dos municípios, tanto da prefeitura como da câmara de vereadores. E tudo passa pelo seu controle externo, podendo até impugnar a realização de licitações. Sendo seu relatório da análise das contas um instrumento, legal e necessário, para a Câmara de Vereadores votar a aprovação final das contas do prefeito.



E na Câmara de Vereadores de Ariquemes há uma indignação geral e muitos dos parlamentares não aceitam essa “jogada” do Tribunal de Contas de querer postergar o envio da sua análise das contas de 2017 e já se especula que cheira o que aconteceu com as contas de 2010 referentes a gestão do prefeito Confúcio Moura (MDB).



Confúcio Moura deixou a prefeitura em meados de 2010 para disputar a vaga ao Governo do Estado. Foi eleito, reeleito, concorreu a vaga ao Senado em 2018. Ganhou e suas contas da prefeitura ficaram na Câmara de Vereadores para votar, ainda em 2018, com recomendação do Tribunal de Contas para sua reprovação.



Autor:- Jornalismo QueNotícias.