ENERGIA & MEIO AMBIENTE

USINA JIRAU PARTICIPA DO SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE A GESTÃO DE RECURSOS PESQUEIROS NA BACIA DO RIO MADEIRA

Representantes de diversas instituições e órgãos governamentais tiveram a oportunidade de compartilhar experiências sobre a gestão dos recursos pesqueiros.


bookmark_borderMEIO AMBIENTE date_range31 Mai 2018 - 07h06 personAmabile Casarin Assessora de Comunicação Regional

A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau, participou como empresa convidada do Seminário Internacional Brasil, Peru, Bolívia – Desafios Nacionais e Internacionais de Gestão dos Recursos Pesqueiros na Bacia do Rio Madeira. O evento foi realizado pelo Ministério Público do Estado de Rondônia (MPE) e teve o propósito de compartilhar as experiências entre representantes de diversas instituições e órgãos governamentais sobre a gestão dos recursos pesqueiros.



O Gerente de Meio Ambiente e Socioeconomia da ESBR, Veríssimo Neto, apresentou as atividades desenvolvidas na UHE Jirau. “Agradecemos ao Ministério Público, que nos ofereceu esta oportunidade de mostrar o nosso trabalho para a sociedade, em especial as nossas ações relacionadas à ictiofauna e manutenção da atividade de pesca. Conseguimos um espaço para demonstrar, mesmo resumidamente, o objetivo dos nossos programas socioambientais relacionados ao tema e os dados levantados até hoje”, destaca Veríssimo.



            Para a Promotora de Justiça Aidee Maria Moser Torquato Luiz, coordenadora do evento, a participação da ESBR foi muito produtiva. “A participação da empresa é importante, porque ela tem experiências que deram certo. Eu acredito que a apresentação de Jirau foi surpreendente para os pesquisadores dos outros países”. O Seminário também contou com a presença do Presidente da Associação do Ministério Público de Rondônia (Ampro), Promotor de Justiça Alexandre Jésus de Queiroz Santiago.



São parceiros da iniciativa a Ampro, Universidade Federal de Rondônia, Ecoporé, Wild Life Conservation Society, Museu de História Nacional, Capes, Rede de Barragens Amazônica e Universidade da Flórida.