QUENOTICIAS E REGIÕES

UTI DE ARIQUEMES PODE SER FECHADA POR FALTA DE PAGAMENTO DO GOVERNO DE RONDÔNIA.


bookmark_borderARIQUEMES POLITICA date_range04 Jun 2019 - 07h29 personAOR OLIVEIRA

Em um esforço múltiplo politico e iniciativa privada Ariquemes hoje possuem 25 leitos de UTIs – sendo 20 no Hospital Monte Sinai onde funciona 20 leitos sendo 10 adultos, 5 neonatal e 5 infantil, mais 5 leitos adultos no Hospital São Francisco. Esse é o quadro atual de UTI médica de Ariquemes, ), no Vale do Jamari, esta correndo o sério risco de fechar as portas devido aos atrasos de pagamentos por parte da Secretaria de Saúde do Estado. Quem afirma isso são os empresários ramos que já não suportam mais esses 10 meses sem receber. Vejam o documento que a redação do site www.quenoticias.com.br recebeu:



Confiram:                                



“Venho através de este lhe informar que devido aos constantes atrasos e até falta de pagamentos por parte da Secretaria Estadual de Saúde, corremos o risco de ter nossa UTI do Vale do Jamari localizada na cidade de Ariquemes fechada, pois o valor que o Estado deve é muito alto. Eles já não estão conseguindo mais manter toda aquela estrutura.



Para você ter ideia, as cidades que compõem o Vale do Jamari nenhum possui UTI para atender seus pacientes, e em Ariquemes tem e atende a todos. Tanto que os pacientes da UTI dessas cidades vêm pra Ariquemes, porque aqui possui toda estrutura de equipamentos para realizar exames de imagens (tomografia, raios-X, ultrassonografia e Ecocardiográfica), bem como laboratório de análises clínicas 24 horas também.



É “uma pena perdermos esses 25 leitos que tanto salvaram vidas nesses pouco mais de três anos que veio funcionando”.



Em Ariquemes no Vale do Jamari, possui dois hospitais credenciados pelo SUS para atender pacientes que necessitam serem internados em leitos de UTI. Porém por irresponsabilidade do Governador Marcos Rocha (PSL), diga-se de passagem, foi muito bem votado em Ariquemes, portanto tá na hora desse governador sacripanta honrar os compromissos assumidos com a cidade de Ariquemes.  Essas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) deve fechar devido à falta de repasses do governo do estado.



Os hospitais Monte Sinai e São Francisco únicos credenciados pelo SUS juntos possuem 25 para atender a uma população de pessoas, moradoras de nove municípios da região. Cerca de 70% dos atendimentos são feitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A crise ameaça um dos serviços da UTI, que pode deixar de funcionar. 



Conforme apurado pelo site www.quenoticias.com.br os responsáveis pelas UTIs informaram, que o estado não repassa verbas aos hospitais há cerca de aproximadamente 10 meses. Os valores ultrapassam milhões. Se fechar, a UTI mais próxima fica em Porto Velho, a mais de 200 quilômetros de Ariquemes.



“Não temos como manter um serviço tão caro tendo uma queda em receita todos os meses. Além disso, vamos ter que pensar em cortar e reduzir outros serviços pra tentar fechar as contas”, afirma um  diretor administrativo de um dos hospitais credenciados.  

Nesse momento é hora de darmos as mãos, população, deputados, vereadores e prefeito, para juntos buscarmos uma solução junto ao governo do Estado. 



 É necessário também que cada representante dos nove municípios que dependem dessas UTIs se juntem cobrem de seus deputados e discutam uma proposta para se ter uma solução definitiva e que os repasses mensais às instituições sejam regularizadas.