Adolescente diz estar grávida de pastor preso por jogar recém-nascido em bueiro

17 de novembro de 2021 49

Uma adolescente de 16 anos afirma estar grávida de oito meses do pastor que mantinha um relacionamento extraconjugal com uma mulher que matou o próprio filho após tomar um abortivo em Caucaia, na Grande Fortaleza. A adolescente foi localizada pela Polícia Civil nesta terça-feira (9). Ela também vivia em situação de vulnerabilidade social e frequentava o templo religioso mantido pelo pastor.

Antônio José Cardoso Cunha, 36 anos, é casado e mantinha um relacionamento com Jamile Rolim da Silva, de 20 anos. No sábado (6), Jamile tomou um abortivo e teve um bebê de oito meses em casa, pesando pouco mais de 3 quilos. O recém-nascido recebeu golpes de garfo no pescoço, foi sufocado e teve o corpo escondido, por um dia, em um móvel da residência. No dia seguinte do crime, o pastor jogou o corpo do bebê em um bueiro no Bairro Marechal Rondon.

Ainda segundo a Polícia Civil, Antônio José morava no primeiro andar de um imóvel com a mulher com quem ele é casado, e no térreo, mantinha uma igreja. Moradores da região invadiram e saquearam a igreja e casa dele após a revelação do caso.

Nos fundos da residência, o suspeito possuía cômodos em que ele abrigava pessoas em situação de vulnerabilidade social. Jamile foi uma das pessoas acolhidas pelo pastor e passou, posteriormente, a manter um relacionamento com ele.

Jamile engravidou e, ainda conforme a polícia, para que a mulher do pastor não soubesse do caso extraconjugal, o líder religioso sugeriu o aborto da criança.

Prisão

O pastor e a mulher que tirou a vida do próprio filho foram presos nesta segunda-feira (8). As investigações começaram após a Polícia Civil ser acionada com a informação de que uma mulher deu entrada em um hospital com sinais de aborto. Com as investigações em andamento, a polícia conseguiu chegar aos nomes dos suspeitos.

Antônio José e Jamile Rolim foram autuados em flagrante por homicídio e ocultação de cadáver.

Pastor teve casa saqueada

Moradores saquearam o local onde fica a casa do pastor e a igreja, além de atearem fogo ao veículo dele na segunda-feira (8) após saberem da morte do recém-nascido.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, é possível ver os moradores retirando cadeiras, caixas de som e outros móveis da casa do pastor. Um veículo modelo kombi que pertence a ele foi incendiado. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e debelou as chamas, porém, o veículo ficou destruído.

 

Com informações do site: fatoafato

Fonte: SITE FATOAFATO