Análise pós-jogo: Flamengo 2×1 Inter – Um bom futebol e liderança, aos ‘’45 do segundo tempo.’’

22 de fevereiro de 2021 3

Flamengo segue em busca do octa, e a vitória de virada contra o Inter foi fundamental para isso acontecer. Todo o cenário envolvido parecia realmente uma final, mesmo que em pontos corridos. Os times foram valentes e foi um bom futebol jogado por ambos as equipes. Mas o melhor time mereceu mais, Flamengo explorou toda sua capacidade individual para marcar os 2 gols da tarde, foram de puro brilho e competência de seus jogadores. Uma tarde inspirada e iluminada para o sistema ofensivo do Mais Querido, mesmo que marcando 2 gols.

| Gustavo Henrique – Um dos personagens do jogo, mesmo que com um pênalti infantil feito em cima de Yuri Alberto, o jogador foi super eficaz em campo e até colocou o atacante do Inter no ‘’bolso’’. Bela partida tática e física do zagueiro do Flamengo, super seguro e lúcido em suas decisões. 7,5

 F. Luís – Transmite segurança só de estar em campo, o crescimento de Filipe nessa reta final, foi muito importante ao Flamengo. O lado de esquerdo hoje é o mais forte da equipe, tanto defensivamente quanto ofensivo e Filipe é um dos jogadores que faz essa transição. 6,5

| Gerson – Uma partida forte e posicional do camisa 8, hoje um pouco mais preocupado em marcar, ainda conseguiu ajudar a equipe criar e ganhar espaço  no campo ofensivo. Gerson é um dos caras do Flamengo, sua presença é fundamental para o meio campo conseguir ter rodagem com a bola na defesa e chegar com força no ataque. 7,0

João Gomes – O que joga esse garoto! João tem um futuro muito promissor, apesar de um ótimo marcador ele é um bom articulador. Além de ter habilidade para sair de pressões de linhas altas. Entrou muito bem na partida, mais uma vez. 7,0

| Arrascaeta – O camisa 14 foi a cabeça pensante do Flamengo, articulou todas as jogadas. Além do gol, deu um passe mágico de pelo menos 7 metros e no meio de vários jogadores para achar o Gabigol. O melhor da partida com um gol e uma assistência, responsável direto pelo grade jogo do sistema ofensivo. 8,5

| Gabigol – PREDESTINADO! O Gabriel é a cara da grande campanha do Fla nessa reta final! Sinônimo de raça e amor a camisa. Fez boa movimentação em seu gol e conseguiu deslocar o Lomba. 8,0

| Pedro – O reserva ‘’injustiçado’ ’que por azar tem seu concorrente um dos maiores, se não o maior ídolo recente do time. Pedro entrou e colocou o jogo em um nível muito alto, quase fez um golaço e deixou BH livre para marcar. Muito técnico e um atacante acima do normal. 7,5

Flamengo continua dependendo só de si para ser campeão, o momento não é de pensar em uma derrota ou empate do Inter e sim, em vencer e quebrar o TABU contra o São Paulo, o momento é esse, hora de ganhar esse título mesmo que na marra, ou melhor, na raça.

Fonte: Por Pablo Raphael