Banco da Amazônia participa da maior feira do agronegócio

10 de maio de 2022 28

A Rondônia Rural Show é a maior feira de agronegócio e tecnologia da região Norte. O evento é uma realização do Estado de Rondônia por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e acontecerá nos dias 23 a 28 de maio, no centro tecnológico Vandeci Rack, no município de Ji-Paraná.

A feira encontra-se em sua 9ª edição e tem como objetivo movimentar o agronegócio rondoniense. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o agronegócio representa 21% do Produto Interno Bruto (PIB) e ocupa a segunda posição como setor que mais movimenta a economia do Estado.

O Banco da Amazônia estará presente na feira e vai disponibilizar o valor de R$ 1,66 bilhão na aplicação no agronegócio do  estado de Rondônia. Nos quatros meses deste ano, já aplicou R$ 877,6 milhões no setor. De acordo com o superintendente regional de Rondônia, Daniel Moura, a instituição oferece crédito com taxas de juros especiais para o setor produtivo que se manterá até o dia 31 de junho. “Temos taxas a partir de 0,5% ao ano mas vão mudar a partir de julho. Então pedimos para os produtores aproveitarem os recursos disponíveis e as taxas em vigor”, avisou o superintendente.

Linhas de crédito disponíveis

A instituição disponibiliza linhas de crédito como o FNO Amazônia Rural, que possibilita financiamento para aquisição de máquinas e equipamentos de grande porte como colheitadeiras, tratores e etc. É uma linha voltada a pessoas físicas e jurídicas, incluindo associações e cooperativas. O Banco também oferece crédito com recursos próprios por meio do Amazônia Giro Produtor Rural, com taxas atrativas, dependendo do prazo.

 Para estimular projetos sustentáveis em cumprimento de sua Agenda Ambiental, Social e de Governança (ASG), o Banco oferece Linhas Verdes com o objetivo de induzir, estimular e apoiar sistemas de produção de energia por fontes renováveis, destinadas a pessoas físicas (rural e residencial) e jurídicas.

As equipes do Banco estarão disponíveis para realizar contratações, renovações de limites de créditos dos produtores que já são clientes do banco e queiram, por exemplo, negociar máquinas e equipamentos durante a feira. Também temos um foco especial na captação de novos clientes.

Plano safra 2021/2022

Para os mais de 15 programas do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), os juros cobrados variam de 3% a 4,5% ao ano. Para as operações de custeio, as taxas serão pré-fixadas entre  5,62%  a  6,29%  ao ano. Nas operações de investimento as taxas variam de 5,53% a 6,22% ao ano. Para as linhas verdes, que são aquelas voltadas para inovação tecnológica no agro, ampliação, modernização, reforma e construção de armazéns, recuperação de áreas degradadas, conservação e proteção ao meio ambiente, o Banco oferece a taxa de 5,17% ao ano.

 

Fonte: TUDORONDONIA