Boca recorre ao tapetão e Fluminense pode perder título da Libertadores

22 de novembro de 2023 55

Na semana seguinte após perder a final da Libertadores para o Fluminense no Maracanã em 4 de novembro, o Boca Juniors recorreu ao tapetão. O time argentino entrou com ação na Conmebol usando imagens e reportagens de jornais e sites argentinos mostrando brigas entre torcedores e a violência policial contra os torcedores do Boca.

Deu certo e a Conmebol abriu processo disciplinar contra o Fluminense.

Para azar do clube, ontem, no jogo entre Brasil e Argentina pelas Eliminatórias da Copa, a Polícia Militar do Rio de Janeiro mostrou mais uma vez sua truculência e baixou o cassetete nos torcedores argentinos.

PM e torcedores na praia de Copacabana. Reprodução/Vídeo

Isso pode acabar levando prejuízo ao Fluminense do técnico Fernando Diniz, que viu sua última participação oficial como técnico da seleção sair mais uma vez derrotada e pode agora vir a perder seu título pelo tricolor.

É provável? Não. Mas é possível.

O Fluminense é acusado pelo Boca Juniors de cometer nove infrações ao Código Disciplinar da Conmebol. A maioria referente à conduta violenta contra seus torcedores. 

A denúncia do Boca Juniors é referente a confusões entre torcedores do time argentino e do Fluminense nos dias 30 de outubro, 2 de novembro e também na final, 4 de novembro. Os dois primeiros dias são referentes a confusões principalmente na região de Copacabana, Zona Sul do Rio, enquanto na decisão os maiores problemas foram relatados no entorno do Maracanã, mas também em briga no metrô. [GE]

As penalidades vão de multa a suspensão, até a possibilidade da perda do título da Libertadores.

O Fluminense teve até ontem para apresentar sua defesa no processo.

Não há previsão para quando sairá a decisão da Conmebol. 

Fonte: REVISTA FÓRUM/POR ANTONIO MELLO