Clima tenso! Dirigente Colorado chama Landim de mentiroso e VP do Flamengo rebate

22 de fevereiro de 2021 2

O Flamengo venceu o confronto direto contra o Internacional, por 2×1 e assumiu a liderança da competição, na 37ª rodada. A diretoria colorada demonstra grande insatisfação com a partida de ontem. Além de questionar a arbitragem, após a expulsão de Rodinei, um dirigente do clube gaúcho se indignou com a postura do presidente rubro-negro, Rodolfo Landim.

João Patrício Hermann detonou a postura do mandatário rubro-negro, o acusando de mentiroso. O dirigente se indignou com a quantidade de membros da diretoria rubro-negra no estádio, os acusando de tentar manipular o VAR. João alegou que os flamenguistas estavam em excesso e quase invadiram o campo.

– Nossos jogadores foram guerreiros, muito corajosos. O desespero de ver os dirigentes do Flamengo praticamente invadindo o campo, do treinador, da comissão. Tentando manipular o VAR. É uma vergonha. O Flamengo não precisa deste tipo de atitude. Colocaram mais de 50 pessoas atrás do banco, nos colocaram lá no fundo. O Landim (presidente do Flamengo) foi bem claro e mentiu para mim. É esse o ambiente -, disse, em entrevista.

Em contrapartida, o vice-presidente, Rodrigo Dunshee, rebateu as falas de João Patrício Hermann e cobrou dignidade da equipe colorada.

“Colocamos a delegação do Inter no mesmo camarote que colocamos tantos outros visitantes. O campeonato não acabou, o Inter deveria manter uma postura digna e não fazer esse “aguaceiro”. A verdade que o Inter quer ocultar é que o time dele não jogou bem e foi muito inferior ao Fla”, escreveu Dunshee em seu twitter.

O Flamengo conseguiu o resultado que precisava e depende de uma vitória contra o São Paulo, na quinta-feira (25), às 21h30, no Morumbi, para levantar a taça do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Por Cássio Alexandre