Conheço o caso, sei quem são os atores

5 de junho de 2020 202

Este é um dos motivos pelos quais algumas delas preferem recorrer a listas paralelas do que rumar às autoridades: não concordo, mas compreendo. Deve ser frustrante denunciar seu agressor, e agressor de ordem sexual, diga-se de passagem, perder o pleito na Justiça e ainda ter de pagar custas. Conheço o caso, sei quem são os atores, e, sim, essa moça foi abusada, completamente violada -- e isto tudo em ambiente acadêmico, local onde deveria haver abrigo, proteção.

As curadoras da "vaquinha" são as mulheres da Associação Filhas do Boto Nunca Mais, pessoas confiáveis, de boa índole, que lutam pelos direitos das mulheres e contribuem sobremaneira para auxiliar vítimas de situações como essa aí.

Leia o relato no link, e, caso acredite que possa contribuir a fim de ao menos amenizar essa grande injustiça, contribua.

Bom dia!

O ESPECTADOR - POR VINICIUS CANOVA

JORNALISTA COLABORADOR DO WWW.QUENOTICIAS.COM.BR