Corinthians recebe mais uma cobrança milionária, agora do Nacional-SP

2 de abril de 2024 36

Mais uma cobrança bate bateu a porta do Corinthians essa semana, agora foi o Nacional Atlético Clube, que alega ter tomado calote na transferência do jogador Thiaguinho.

O valor exigido na Justiça pode ultrapassar os R$ 5 milhões.

O Corinthians tem enfrentado múltiplas cobranças judiciais nos últimos meses, evidenciando uma crise financeira deixada pela gestão anterior para a atual.

Somente em março, segundo relatos, sete novas ações foram movidas contra o clube, o que aumenta a preocupação entre os torcedores e diretores sobre como o clube irá manejar sua liquidez para honrar esses compromissos.

Corinthians recebe mais uma cobrança, agora do Nacional-SP

O Nacional Atlético Clube formalizou uma ação na 36ª Vara Cível de São Paulo, exigindo o pagamento de R$ 5,1 milhões por parte do Corinthians.

Esse valor, segundo o clube da Barra Funda, corresponde à dívida original ajustada por juros e correções referentes à transferência de Thiaguinho, em 2019.

Este montante é mais do dobro do que foi inicialmente negociado.

Disputa prolongada

A transferência do volante Thiaguinho, que atualmente defende o Água Santa, virou uma verdadeira novela.

Originalmente, o Corinthians se comprometeu a pagar R$ 2,5 milhões pelo jogador, divididos em quatro parcelas.

No entanto, o Nacional afirma que tais valores nunca foram quitados. A situação se desdobra em batalhas legais, incluindo tentativas fracassadas de conciliação e tentativas anteriores de negociação extrajudicial.

Por onde anda Thiaguinho?

O centro desta controvérsia, Thiaguinho, tem mantido sua carreira ativa no futebol.

Depois de se destacar pelo Nacional e ter uma passagem curta pelo Corinthians, o jogador rodou por vários clubes do futebol brasileiro.

Atualmente, ele é um dos destaques do Água Santa, tendo papel importante na conquista do vice-campeonato Paulista em 2023.

Enquanto o futuro de Thiaguinho parece promissor no Água Santa, o desfecho da disputa judicial com o Nacional permanece incerto, aguardando novos capítulos nesta intricada história do futebol brasileiro.

Fonte: Redação O Antagonista