Cresce falsificação de açafrão, o tempero mais caro do mundo

5 de janeiro de 2022 183

Usado há milênios, o verdadeiro açafrão é o tempero mais caro do mundo e vale quase tanto quanto o ouro. Na Suíça, por exemplo, 1 grama da especiaria chega a custar US$ 60 (cerca de R$ 340). Um grama do nobre metal, por sua vez, vale cerca de R$ 330, no Brasil.

O alto preço tem a ver com sua produção: é preciso processar, manualmente, cerca de 150 mil flores da planta Crocus sativus para se obter 1 kg de açafrão seco. E está cada vez mais difícil conseguir o produto legítimo.

Isso porque o Irã, responsável por 90% da produção mundial de açafrão, tem enfrentado dificuldades para exportar o produto, por causa de sanções econômicas impostas pelos Estados Unidos.

O cenário se transformou em oportunidade para falsários, que misturam especiarias ao açafrão verdadeiro para lucrar. “’Há mais de 60% de açafrão falsificado negociado no mundo’’, disse o suíço Fabien Fragnière, que cultiva a iguaria em seu país.

‘’É mais rentável vender o falsificado que o verdadeiro. Usam o cabelo da espiga de milho, que é misturado com um pó, e, como o consumidor não conhece bem, acaba achando que é açafrão’’, explicou Fragnière em reportagem publicada no jornal Valor Econômico.

E, infelizmente, não há muito o que fazer, afirma o especialista, que recomenda comprar o tempero apenas de lojas confiáveis e desconfiar de preços muito baixos.

(*) Da redação da Menu

Fonte: MENU