Furacão Beryl agita Estados Unidos e tem previsão de chegar ao Canadá

10 de julho de 2024 29

Neste início de semana, o furacão Beryl impactou com força o território americano, iniciando sua trilha no Texas como um poderoso Categoria 1. Além de desferir severos estragos por onde passa, espera-se que, nos próximos dias, esse sistema continue a sua rota nordeste através dos Estados Unidos, alcançando até o sul do Canadá.

Configurando uma marcação histórica neste 2024, Beryl causou transtornos significativos com cerração, fortes ventos e ocorrência de tornados. Este segundo furacão a atingir o Texas tão cedo na temporada ilustrou a crescente intensidade e frequência dos sistemas tropicais em nosso clima atual.

Por que Beryl alcançou a Categoria 1 com tanta velocidade?

O fascinante ciclo de vida de Beryl teve início quase dez dias atrás. Formado a partir de uma onda atmosférica perto da costa africana, foi alimentado por águas anormalmente quentes, proporcionando um terreno fértil para um crescimento rápido e robusto. Essas circunstâncias culminaram no alcance da Categoria 1 antes de tocar solo americano, com ventos máximos de 130km/h e marcando uma pressão de 982 hPa.

Beryl: Um registro para as ciências climáticas?

Além de seus impactos imediatos, Beryl se insere em uma discussão científica maior. Especialistas apontam que as condições únicas de seu desenvolvimento, como a alta temperatura oceânica e o ajuste de sua rota segundo o cisalhamento vertical do vento, serão objetos de estudo nos próximos anos. Evidências como o tweet de um professor da Universidade de Albany ilustram esse interesse acadêmico e a importância de entendermos profundamente cada aspecto da dinâmica de tais fenômenos.

O que esperar de Beryl nos próximos dias?

  • Transformação de furacão para tempestade tropical
  • Rajadas de vento de até 65 km/h
  • Potencial impacto em estados do nordeste americano e sul do Canadá

Conforme se move continentalmente, a estrutura de Beryl é prevista para se adaptar ao clima das latitudes mais altas, enfraquecendo, mas ainda capaz de causar danos significativos.

Atenção é a palavra-chave para quem está no caminho previsto deste sistema tropical. Acompanhar os alertas meteorológicos e seguir as recomendações das autoridades locais pode fazer a diferença na segurança dos cidadãos. Beryl, definitivamente, deixará sua marca nesta temporada de furacões, servindo tanto como lembrete da força da natureza quanto do impulso para a ciência de entender e prever melhor esses eventos críticos.

Fonte: Por: Larissa Gabriela