Hambúrguer vegetal brasileiro impressiona pelo sabor de carne

5 de julho de 2019 1369

Aos poucos, o hambúrguer vegetal brasileiro está chegando aos supermercados e lanchonetes do país e impressionando pelo sabor, bem parecido com o da carne.

“Mesmo depois de 15 anos sem comer carne, o sabor imediatamente me trouxe uma memória afetiva da época em que era carnívoro. É impressionante a semelhança”, disse o diretor de TV Guilherme Mello, de 34 anos, em entrevista ao SóNotíciaBoa.

E ele completou: “O meio é vermelhinho e suculento, com a crosta torrada e aroma defumado. Minha esposa, que não é vegetariana, achou o sabor tão parecido que até opta por ele nas hamburguerias”.

O Futuro Burger foi lançado em abril pela foodtech Fazenda Futuro, fundada por Alfredo Strechinsky e Marcos Leta – criadores do Suco do Bem.

Feito com proteínas de ervilha, soja, grão de bico e beterraba – para imitar o sangue da carne – o hambúrguer vegano pode ser encontrado no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília no Pão de Açúcar, entre outros.

Em Brasília “agora vende também no BioMundo e tem umas hamburguerias que estão adotando também, como a Black Beef”, conta Guilherme.

A rede de hamburguerias carioca T.T. Burguer e as lojas da franquia da Lanchonete da Cidade, em São Paulo, também incluiram a novidade no cardápio.

Preço

Em comparação com o hambúrguer comum, o preço do vegano brasileiro ainda é salgado.

“O preço dele é 21 reais 2 hambúrgueres, aquele alto, tipo gourmet, com quase 3 dedos de altura”, conta Guilherme.

O Futuro Burger não tem glúten ou transgênicos, e tem menos gordura que a carne vermelha.

A marca anunciou parceria com a rede Spoleto para vender almôndegas, polpetones e molho à bolonhesa, feitos com o hambúrguer vegano.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa