Max defende antecipação da eleição de Mesa Diretora para que todos deputados participem

2 de abril de 2024 29

O deputado estadual Max Russi (PSB), na tarde dessa segunda-feira (1°/4), mostrou que a disputa pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa será acirrada, mas com divergências em relação a data do pleito.

Max Russi compartilhou sua perspectiva sobre o assunto, destacando que a eleição está programada para setembro.

No entanto, ele expressou sua preocupação com a realização do pleito durante o período eleitoral, que poderia dificultar a participação efetiva dos deputados nas campanhas eleitorais nos 142 municípios do Estado.

“Eu queria tirar só do período eleitoral, que no meio do período eleitoral, no meio da campanha. A campanha é 45 dias, é um período curto, os deputados não vão conseguir visitar todos os municípios”, ressaltou Russi.

A proposta de antecipação da eleição para julho ou agosto visa evitar conflitos com o período eleitoral e permitir uma discussão mais aprofundada sobre a formação da nova Mesa Diretora.

Entretanto, a decisão final sobre a data do pleito será tomada pela maioria dos deputados.

Entre os deputados que serão pré-candidatos a prefeitos e deverão se afastar no período eletivo estão o atual presidente do parlamento, Eduardo Botelho (União), e também Thiago Silva (MDB), Cláudio Ferreira (PL), Lúdio Cabral (PT), Carlos Avalone (PSDB) e Dilmar Dal Bosco (União).

Max aproveitou e comentou sobre a fala do colega Júlio Campos (União), que é contrário a antecipação. Segundo Russi, não seria incomum e seguiria o padrão estabelecido nas eleições para prefeito e governador.

Russi afirmou que está buscando angariar votos de todos os deputados, visando uma maioria expressiva para consolidar sua posição.

“Eu estou pedindo voto para todo mundo. Eu gostaria de ter o voto da maioria”, pontuou.

Fonte: Renato Ferreira