O que Biden ouvirá + Casas legislativas + Abriu e fechou + Colheita da soja

2 de fevereiro de 2021 53

O que Biden ouvirá

Um sofisticado sistema de alerta computadorizado mostrou em 26 de setembro de 1983 que os EUA dispararam uma saraivada de mísseis contra a União Soviética. O dever do coronel Stanislav Petrov era revidar. Mas ele supôs que os EUA não fariam isso sem antes ameaçar e não retaliou, o que fez dele talvez o maior herói da humanidade. A resposta a esse ataque jamais desfechado – o equipamento foi iludido por condições atmosféricas – condenaria a humanidade ao holocausto nuclear.

Esse caso de heroísmo mostra que mesmo com a mais elevada tecnologia envolvida, nada substitui o diálogo e o respeito entre pessoas e povos. O que mais causa ruído e problemas nas relações internacionais é a incapacidade de ouvir e respeitar. O conceito de que quando a saliva acaba é a hora da pólvora só vale quando o homem perde a capacidade de conversar. O novo presidente dos EUA, Joe Biden, portanto, não ouvirá sequer um traque de festa junina por parte do Brasil em seu mandato.

Ele e seus assessores para a América Latina, meio ambiente e clima só receberão do general Hamilton Mourão, presidente do Conselhão da Amazônia, os sons das palavras que acompanham a salivação espontânea de um interlocutor sempre disposto ao diálogo. Só assim o Brasil reverterá a péssima imagem espalhada lá fora. Enquanto houver quem tenha o que dizer e capacidade para ouvir, a pólvora ficará estocada nos paióis.

Casas legislativas

O ano começa com a renovação das mesas diretoras das casas legislativas. Na Câmara Municipal de Porto Velho, com Edwilson Negreiros no comando, na Assembleia Legislativa, o presidente Alex Redano (Republicanos) tomou posse, na Câmara dos Deputados Arthur Lira (Republicanos-AL), no Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). A maioria dos dirigentes pacifistas, mas

Lira, discípulo de Cunha, gosta de apagar fogo com gasolina.

Abriu e fechou

Só foi a Usina Hidrelétrica de Tabajara inaugurar seu escritório em Machadinho do Oeste que acabou ocorrendo uma grande aglomeração dos candidatos a empregos e no dia seguinte acabou fechando as portas por conta da pandemia e a enorme aglomeração que se formou nas portas da empresa. Mas a instalação da Usina causou um clima de otimismo para a economia do município e daquela prospera região do Vale do Jamari, poderosa no agronegócio.

Carnês do IPTU

Atendendo aos tantos pedidos dos contribuintes prejudicados pelo atraso da entrega dos carnês do IPTU pelos correios, o prefeito de Porto Velho Hildon Chaves prorrogou o prazo para o pagamento do tributo com descontos de 20 por cento até o dia 12 de fevereiro. A população agradece e assim sendo até o colunista que vos fala também aproveitará o desconto, para quitar o seu débito com este importante imposto, pois ainda não tinha recebido também o carnê da temporada 2021.

Colheita da soja

 E a colheita da soja, que é uma das molas propulsoras da economia rondoniense, responsável pelo crescimento do PIB estadual nos últimos anos, já começou no cone sul rondoniense e os produtores estão exultantes com os primeiros resultados de produtividade e preço, mais ou menos nos mesmos patamares da colheita passada. Quase toda a produção da leguminosa na região de Vilhena, Cerejeiras e Colorado tem destino certo, que exportação para a China,  país agora amiguinho do presidente Bolsonaro por causa da vacina coronavac.

Negócio da China

 Por falar na China foi bom negócio para Rondônia o presidente Jair Bolsonaro recompor as relações até então arranhadas com aquele país asiático através do Ministério das Relações Exteriores e do Ministério da Agricultura principalmente. Ocorre que os principais financiadores da ferrovia transoceânica, aquela projetada para cortar todo território rondoniense em direção ao pacifico, são empreiteiras chinesas que já se mostravam arredias com relação aquela obra tendo em vista as hostilidades bolsonaristas nos últimos anos.

Via Direta

***Os cassolistas estão comemorando a possibilidade do ex-governador Ivo Cassol entrar na disputa pelo governo do estado em 2022 *** Os aficionados do cassolismo acreditam que ele é imbatível,  que não tem para ninguém *** Trata-se de uma possibilidade que vaie esquentar muito a peleja, já que existem nomes poderosos para o embate, desde o governador Marcos Rocha a reeleição, passando pelo atual prefeito de Porto Velho Hildon Chaves, o senador Marcos Rogério, e o ex-governador Confúcio Moura *** Todos, aliás, já costurando alianças *** Lembrando que Cassol e Confúcio Moura foram governadores eleitos e reeleitos, estão num patamar mais avançado do que os concorrentes, por conseguinte.

POLITICA & POLÍTICOS (CARLOS SPERANÇA)

Colunista político do Jornal "DIÁRIO DA AMAZÔNIA", Ex-presidente do SINJOR, Carlos Sperança Neto é colaborador do Quenoticias.com.br. E-mail: csperanca@enter-net.com.br