Papa Francisco agradece líder católico por ministérios LGBT nos EUA

26 de outubro de 2023 66

Em carta, o Papa Francisco agradeceu um líder católico de Kentucky (EUA) por seu ministério voltado ao público LGBTQQICAAPF2K+. A carta foi encaminhada no início deste mês pelo pontífice.

Stan “JR” Zerkowski chefia a Comissão de Divulgação LGBTQ da Diocese de Lexington, em Kentucky.

A comissão de Zerkowski é um “esforço diocesano de buscar, acolher, acompanhar e ministrar à comunidade LGBT”.

 

Zerkowski também lidera o Ministério LGBTQ+ na Igreja Católica de St. Paul em Lexington, uma paróquia que foi causa de polêmica no passado, inclusive por uma imagem da Virgem Maria envolta em uma bandeira do orgulho gay postada em seu site e uma oração à Mãe Santíssima, compartilha-o sob o título de “Mãe do Orgulho”.

A nota manuscrita por Francisco veio em resposta a um e-mail que Zerkowski escreveu dirigido a ele em 10 de outubro explicando os três ministérios LGBTQ de Zerkowski, dois dos quais estão sob a Diocese de Lexington.

“Eu contei a ele sobre Famílias Afortunadas. Eu disse a ele o que faço local e nacionalmente com paróquias, hierarquia, instituições educacionais e construção de ministérios LGBTQ+ intencionais”, compartilhou Zerkowski em uma postagem no Facebook.

“Agradeci a ele por abrir as portas para o ministério LGBTQ+ e expliquei que foi e ainda é um ministério difícil. Eu disse a ele que sua abertura salvou vidas, sei disso em primeira mão. Mencionei que à medida que o Sínodo [sobre a Sinodalidade] se desenrola em Roma, ele ocupa um lugar especial nas minhas/nossas orações”, escreveu ele.

A resposta do Papa Francisco, traduzida para o inglês numa foto que Zerkowski publicou online, dizia:

“Querido irmão, muito obrigado pelo seu e-mail. Obrigado pelo seu ministério. Eu oro por você, por favor, continue fazendo isso por mim. Que o Senhor te abençoe e Nossa Senhora cuide de você”, disse Papa Francisco em resposta traduzida para o inglês numa foto que Zerkowski publicou online.

“Eu entendo perfeitamente que esta nota não é sobre mim. Esta nota é sobre nós e nosso ministério. É sobre você. É uma afirmação do papa”, escreveu Zerkowski. 

“Minha lição pessoal? O Papa está ouvindo. O Papa se importa”.

Fonte: De Gianlucca Gattai