Sem homenagem a Moro

1 de novembro de 2017 513

A Câmara dos Deputados barrou uma homenagem a Sergio Moro.

Diz O Globo:

“Depois de passar semanas na pauta da Comissão de Segurança Pública, o requerimento que prevê moção de louvor da Câmara ao juiz Sergio Moro acabou sendo retirado da lista de votações do colegiado pelo autor, o deputado Capitão Augusto (PR).

Num Congresso de investigados, não havia acordo para a homenagem ao juiz da Lava Jato.”

É melhor assim, Moro.

 

O candidato aglutinador


João Doria disse ontem à tarde:

“Respeito e gosto do Luciano Huck, além do que ele é um amigo pessoal. Mas creio que não seja a opção aglutinadora. Se não tiver força partidária, de várias legendas para ter tempo de TV, não vai ganhar essa eleição, não vai construir candidatura sólida e vencedora”.

Antes de aglutinar partidos, é preciso aglutinar votos.

O candidato aglutinador será aquele que demonstrar a capacidade de derrotar o lulismo.

Poderá ser Luciano Huck, Jair Bolsonaro ou até João Doria.

Caiu para cima


Flávia Piovesan, admiradora de Iolanda, vai para a OEA.

Vai integrar a Comissão de Direitos Humanos de lá.

Manda um abraço para a Ideli.