Semáforos da capital necessitando de reparos, sucessão estadual ganha mais espaços nos bastidores da política, Porto Velho deverá concluir vacinação no primeiro semestre

7 de abril de 2021 30

Sucessão – Apesar de predominância do coronavírus sobre todo e qualquer assunto público, a sucessão estadual é debatida nos bastidores da política de forme intensa em Rondônia. Dirigentes partidários estão trabalhando na busca de parcerias para poder apresentar chapas em condições de sensibilizar o eleitorado. E hoje a possibilidade de uma dobradinha do senador Marcos Rogério, presidente regional do DEM ao governo e o ex-senador Expedito Júnior, ainda, no PSDB, ao Senado é muito comentada. Inclusive de Expedito deixar o ninho tucano e assinar ficha de filiação ao PSD, presidido no Estado pelo seu filho, deputado federal Expedito Netto, porque o PSDB já tem candidato ao governo, o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves.  

Semáforos – A secretaria Municipal de Trânsito (Semtran), de Porto Velho deve promover um mutirão para que os semáforos da cidade funcionem 100%. A maioria dos instalados na área central da capital, estão com a contagem dos minutos apresentando problemas. A melhoria do fluxo de veículos e da utilização das faixas pelos pedestres ocorre justamente em razão de os motoristas, motociclistas e as pessoas que utilizam as faixas de segurança saibam o tempo para suas ações. Com a contagem de segundos desativada, tanto os condutores de veículos como os pedestres ficam sem uma noção do tempo o que favorece a acidentes.  

Fiscalização – Já que a fiscalização pela Semtran é praticamente inexistente, pois o desrespeito de motoristas e principalmente motoqueiros, não motociclistas ocorre a todo momento nos semáforos da capital, o conserto dos equipamentos de orientação do trânsito, no caso os semáforos é fundamental. É impressionante como os motoqueiros, inclusive os que trabalham com delivery, muito utilizado no momento difícil em que o mundo enfrenta com a pandemia ignoram a sinalização. Até parece que para eles a lei não existe. Pessoal ligado ao trânsito no município só é encontrado nos locais onde ocorrem acidentes, nunca fiscalizando, orientando e punindo, se for o caso. Ou seja: disponibiliza-se o remédio, não o antídoto.  

Vacinas – Estão confirmadas a chegada das vacinas adquiridas pelo prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), para amanhã (7), quarta-feira das 440 mil vacinas, como agora está se informando corretamente pela assessoria da municipalidade. A compra foi de 400 mil doses, mas a cada 100 mil o comprador recebe 10 mil de bonificação, conforme informou recentemente a prefeita de Ariquemes, Carla Redano (Patriota), que também adquiriu vacinas da AstraZeneca produzidas pela Universidade de Oxford na Inglaterra, mesma procedência da adquirida pela Prefeitura de Porto Velho. A meta é vacinar (duas doses) cerca de 220 mil pessoas.  

Vacinas II – Como em Porto Velho a vacinação está sendo feita de forma prática, objetiva e muito rápida, as 440 mil doses adquiridas pelo município e as que estão chegando via governo federal certamente teremos a população da capital estimada em torno de 550 mil pessoas imunizada com maior velocidade, que nos demais municípios. O elevado número de óbitos nos últimos dias no Estado ocorre, porque os hospitais da capital e do interior estão com leitos lotados, inclusive nas UTIs. O número de pessoas contaminadas, talvez devido a vacinação iniciada no início do último mês de março e o decreto de lockdown, tem diminuído, o que não ocorre com os óbitos, devido a superlotação dos hospitais. Mas a previsão é otimista, pois a redução da contaminação sinaliza, que a vacinação já causa efeito, mais pelos cuidados, de quem é vacinado, já que a imunização só ocorrerá com a segunda dose e, após 15 dias.  

Respigo  

A possibilidade de uma dobradinha Álvaro Dias/Sérgio Moro, candidatos a presidente e vice, explorada na coluna de ontem (5) provocou inúmeras manifestações ao editor. A maioria aprovando o senador do Paraná e presidente nacional do Podemos, Álvaro Dias como candidato à sucessão presidencial e o herói da Lava-Jato, Sérgio Moro como vice +++ Em Rondônia comenta-se uma parceria entre o deputado federal e presidente regional do Podemos, Léo Moraes e o ex-prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires, do PSB. Consultados, ambos dizem que “é cedo para se discutir a sucessão estadual” +++ Mas como “macaco velho tem medo de cumbuca”, como se diz conhecido ditado popular, cabe bem a frase: “me engana, que eu gosto”. E durma-se com um barulho desses... +++ Muitas ruas e avenidas da área central de Porto Velho estão bastante esburacadas. Como estamos no final do inverno amazônico (chuvas), uma ampla Operação Tapa-Buracos pela Secretaria de Obras seria das mais oportunas +++ Foi aprovada hoje (6) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, hoje (6) pela manhã, proposta do deputado Marcelo Cruz (Patriota-PVH) denominando a Escola do Legislativo, da Assembleia Legislativa, “Professor Francisco Matias”. Homenagem mais justa ao saudoso professor, historiador e colaborador da escola dos deputados.  

 

Fonte: WALDIR COSTA
RD POLITICA ( WC E REDAçãO)