Terrão, retrospecto defensivo e mais: quatro pontos para observar no Corinthians contra o Athletico-PR

15 de junho de 2022 56

Em busca da liderança no Campeonato Brasileiro, o Corinthians vai até a Arena da Baixada nesta quarta-feira (15) enfrentar o Athletico-PR, quinto colocado na tabela com 17 pontos, pela 12ª rodada, às 21h30.

Caso vença o Furacão, o Timão irá chegar aos 24 pontos e ficará na ponta do campeonato. Para que a liderança seja consolidada, o clube alvinegro torce por um tropeço do Palmeiras, que recebe o Atlético-GO na quinta-feira (16), às 18h, no Allianz Parque.

Vítor Pereira mira a sua quinta vitória como visitante no Corinthians, e o LANCE! traz cinco pontos a serem observados no Timão contra a equipe paranaense.

CRIAS DO TERRÃO

O técnico português não poderá contar com Fagner, João Victor, Maycon, Gustavo Silva e Júnior Moraes, que não viajaram para Curitiba. Dessa forma, Vítor Pereira deve recorrer mais uma vez aos jovens do elenco.

Raul Gustavo, Piton, Du Queiroz, Adson e Mantuan, destaques do clube alvinegro neste momento da temporada, podem começar na equipe titular. Vale lembrar que ao lado do Santos, que já jogou na rodada, a base do Corinthians é a que mais marcou gols neste Brasileirão, com oito bolas nas redes.

RETROSPECTO FAVORÁVEL NA ARENA DA BAIXADA

O aproveitamento do Timão na Arena da Baixada é de 50,6%, com mais vitórias do que os próprios donos da casa no confronto direto. São 11 vitórias corintianas, nove triunfos dos paranaenses e cinco empates.

O Corinthians carrega uma invencibilidade na casa do adversário paranaense. São três jogos sem perder como visitante para o Furacão. A última derrota aconteceu em novembro de 2018, por 1 a 0, com gol de Léo Pereira.

MOMENTO POSITIVO DA DEFESA ALVINEGRA

Um dos méritos de Vítor Pereira é ter ajustado a defesa do Corinthians, seja jogando com três zagueiros em linha de cinco, ou no tradicional esquema de quatro jogadores no sistema defensivo.

Ainda sem Fagner, Rafael Ramos deve ser mantido na lateral-direita, e a tendência é que Piton jogue na esquerda. A zaga pode ser formada por Gil e Raul Gustavo.

O Timão é o segundo time do Brasileirão com mais partidas sem levar gols no Brasileirão, com cinco. Os retornos de Pablo, Vítor Roque, Vitinho e Canobbio para os mandantes serão um bom teste para o sistema defensivo corintiano.

COMPORTAMENTO OFENSIVO

Felipão é um treinador com veias mais defensivas, portanto, a tendência é que o Corinthians controle a posse de bola mesmo jogando fora de casa.

Se por um lado o Timão é a equipe do Brasileirão que precisa de menos finalizações para marcar um gol, 6,3 segundo o Footstats, o time de Vítor Pereira é quem possui a menor média de chutes por partida na competição, com 8,55, segundo o Footstats.

Sem um referência fixa no ataque, o Corinthians deve usar mais tabelas e triangulações para penetrar a defesa adversária.

Fonte: Parceria Lance & IstoÉ