Bolsonaro volta a atacar eficácia de vacina e diz que Queiroga decide sobre uso de máscara

11 de junho de 2021 32

Em conversa com apoiadores na manhã desta sexta-feira (11), Jair Bolsonaro (Sem partido) voltou a a atacar a vacinação contra a Covid-19 e afirmou que é o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, quem vai decidir sobre a suspensão do uso de máscara. Nesta quinta-feira (10), o ministro disse que o presidente requisitou estudo para abolir o artefato, que evita a propagação do coronavírus, entre pessoas vacinadas.

“Quem vai decidir é ele (Queiroga)”, disse antes de passar a responsabilidade mais uma vez aos mandatários estaduais e municipais. “Mas quem vai decidir na verdade é governador e prefeito, segundo determinou o Supremo”, ironizou.

Ao defender mais uma vez o tratamento precoce com cloroquina, Bolsonaro então perguntou se algum apoiador sabia dizer se há algum medicamento com comprovação científica contra a Covid-19 e teve como resposta: “Só a vacina, né?”.

“Você é jornalista, hein. Tá comprovado cientificamente? Vou perguntar para você”, respondeu, intimidando o apoiador. “Que vacina? Tá comprovada cientificamente?”, insistiu.

“Os números de mortos baixaram. Os números de internações baixaram em países que estão mais … Não?”, respondeu o apoiador.

“Eu não vou discutir contigo isso aí, tá certo? Está comprovado cientificamente ou as vacinas são experimentais ainda? A resposta é simples: está em jogo é vida aqui”, rebateu.

Doria
Bolsonaro também voltou a divulgar a motocada que fará em São Paulo neste sábado (12) que, segundo ele, “deve ter umas 300 mil motos para mais”, e aproveitou para atacar João Doria (PSDB) quando um dos apoiadores falou que o governador irá multá-lo caso não use máscara.

“Quem é o governador de São Paulo? Não sei. Quem é? Desconheço. É dono de São Paulo agora? Virou dono, doninho lá? Virou doninho de São Paulo? ‘Aaai, que eu multo’, é assim o negócio?”.

Fonte: REVISTA FORUM/PLINIO TEODORO