EX-SENADOR ERNANDES AMORIM QUER A REGULARIZAÇÃO DA ATIVIDADE GARIMPEIRA NA AMAZÔNIA.

6 de novembro de 2023 131

O ex-senador e ex-deputado federal Ernandes Amorim, de Ariquemes Rondônia, costumeiramente tem se postulado contrário a exacerbada ação ambiental que vem acontecido contra a classe trabalhadora “garimpeira”; como por exemplo a queima de maquinas, balsas e dragas fator que impedi o trabalho de extração mineral.

Para tanto Amorim se reuniu com vários Deputados Estaduais, expondo a necessidade de se revogar a Lei 633 de 13 de Setembro de 2011; e na sequencia que seja apresentada uma nova Lei para legalizar a atividade de mineração na região amazônica e em especial a extração de minério por parte dos garimpeiros no Rio Madeira.

 Sob um argumento de que a nova legislação irá facilitar a exploração de ouro nos rios da Região Norte, principal fator econômico para o garimpeiro.

Segundo Amorim, isso é apenas um pretexto significativo para tirar da clandestinidade a atividade garimpeira tão prejudicada pelas ações conjuntas do IBAMA, Chico Mendes e Meio Ambiente, numa adoção política descompensada imposta pelo Ministério do Meio Ambiente.

A nossa Constituição é muito clara dizendo que os recursos naturais, apesar de serem da União, podem ser explorados por todos os brasileiros.”, disse Amorim

É importante que a Assembleia Legislativa de Rondônia venha apresentar esse debate para a sociedade garimpeira. A gente tem hoje, de acordo com os dados da própria Agência Nacional de Mineração, milhares de pedidos de mineração em terras da Amazônia. A maior parte dos pedidos é garimpo, mas existem grandes companhias interessadas em fazer grandes projetos mineral para atender aos interesses do trabalhador garimpeiro.

A gente acha que o projeto vai trazer muitos benefícios para a área garimpeira; partindo daí não haverá conflitos ambientais e nem contaminação dos recursos naturais, pois, já uma nova tecnologia a ser empregada na extração do ouro.

 

Fonte: AOR OLIVEIRA