Auxílio Brasil: novos beneficiários podem movimentar dinheiro por aplicativo

14 de janeiro de 2022 82

Com a inclusão de 2,7 milhões de novas famílias no Auxílio Brasil, o programa social que substitui o Bolsa Família totaliza mais de 17 milhões de famílias atendidas. Como o calendário de pagamentos da terceira parcela começa no próximo dia 18, os recém incluídos no programa ainda não terão o cartão do programa.

Para movimentarem o dinheiro sem o cartão, os novos beneficiários poderão utilizar o Caixa Tem (Android ou iOS), mesmo aplicativo para o recebimento do Auxílio Emergencial. Com isso, não será necessário ir até as agências da Caixa em um momento no qual a variante Ômicron do coronavírus dissemina-se rapidamente.

As datas de pagamento do Auxílio Brasil são relativas ao último dígito no Número de Identificação Social (NIS) e o dinheiro fica disponível por 120 dias para ser sacado ou transferido à conta bancária de quem receber o benefício.

 

O valor mínimo do programa social é de R$ 400, prorrogado até dezembro deste ano com um decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). O governo prometeu pagar um valor retroativo a novembro, mas não irá cumprir. Naquele mês, o valor médio do benefício foi R$ 224,41.

Quem já recebia o Bolsa Família recebe automaticamente o novo auxílio, sem necessidade de recadastramento no Cadastro Único (CadÚnico). O Orçamento deste ano destina R$ 89 bilhões ao pagamento do Auxílio Brasil.

Em caso de dúvidas, é possível buscar atendimento pelos telefones 121 (Ministério da Cidadania) e 111 (Caixa Econômica Federal) e também pelo aplicativo Auxílio Brasil (Android ou iOS).

Calendário de pagamentos de 2022 do Auxílio Brasil

Fonte: ISTOÉ/Filipe Prado