Bahia cede empate ao Athletico-PR e continua ameaçado pelo rebaixamento

13 de novembro de 2023 39

O Bahia não conseguiu segurar a vantagem no placar e garantir os três pontos, neste domingo contra o Athletico-PR. Após abrir o placar, cedeu o empate aos 41 minutos do segundo tempo, quando Canobbio decretou o 1 a 1 na Arena Fonte Nova, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado não agrada nenhum dos times. Enquanto os baianos continuam ameaçados pelo rebaixamento, os paranaenses seguem distantes do G-6.

O Bahia é o primeiro time fora da zona de rebaixamento, com 38 pontos, um a mais que o Cruzeiro, que abre a zona da degola, com 37, e tem um jogo a menos. Já o Athletico-PR é o sétimo, com 51, a seis do Flamengo, que fecha o G-6, com 57, e também tem um jogo a menos.

Precisando pontuar para continuar longe da zona de rebaixamento, o Bahia se impôs sobre o Athletico dentro de casa. Com transições rápidas, o time tinha o controle do jogo e empilhava chance, alternando pelo lado direito, com Gilberto e Everaldo, ou pela esquerda, com Biel e Luciano Juba. Pouco criativo, o time paranaense sofreu sem um articulador quando tinha a posse da bola e pouco explorou os contra-ataques.

Vendo o adversário um pouco apático, o Bahia foi para cima na reta final. Cauly recebeu lançamento de Biel e parou no goleiro Bento. Antes, o meia teve o chute bloqueado na hora certa pela defesa adversária e, na sobra, Gilberto teve seu chute desviado. Apesar do bom volume de jogo, o time baiano pecou na hora de concluir a gol, tomando decisões erradas e sem conseguir de fato traduzir as finalizações em chute a gol.

O segundo tempo foi mais animado. Após falta cobrada na área, Thaciano pegou a sobra no centro da área e Bento fez grande defesa. Com a entrada de Vitor Bueno, o Athletico começou a ser mais agudo. Canobbio recebeu em velocidade, bateu cruzado e Marcos Felipe manteve o zero do placar. Os donos da casa seguiram superiores em campo. Com o controle do jogo, o time seguia desperdiçando chances atrás de chances.

De tanto frequentar o ataque, Gilberto foi derrubado dentro da área por Esquível e o pênalti foi marcado. Everaldo chamou a responsabilidade, bateu forte e colocou o Bahia a frente do placar, aos 27. O gol deixou o duelo lá e cá. Cirúrgico, o Athletico chegou ao empate aos 41. Após cobrança de escanteio, Canobbio testou firme para deixar tudo igual. A reta final foi emocionante. Com as duas equipes podendo sair com a vitória, os goleiros brilharam e mantiveram o empate até o apito final.

O Campeonato Brasileiro agora para por causa da Data Fifa e retorna somente no dia 25 de novembro. Pela 35ª rodada, o Bahia visita o Corinthians, às 19h30, na Neo Química Arena, em São Paulo. No mesmo dia e horário, o Athletico-PR recebe o Vasco, na Ligga Arena, em Curitiba.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 1 X 1 ATHLETICO-PR

BAHIA – Marcos Felipe; Gilberto, Kanu, Vitor Hugo e Luciano Juba; Rezende, Acevedo, Thaciano (Yago Felipe), Cauly (Rafael Ratão) e Biel (Ademir); Everaldo. Técnico: Rogério Ceni.

ATHLETICO-PR – Bento; Cacá, Thiago Heleno e Matheus Felipe (Thiago Andrade); Cuello (Vitor Bueno), Hugo Moura(Christian), Fernandinho, Zapelli (Danielzinho) e Esquivel; Canobbio e Willian (Arriagada). Técnico: Wesley Carvalho (interino).

GOLS – Everaldo (pênalti), aos 27, e Canobbio, aos 41 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Hugo Moura, Fernandinho, Canobbio e Cacá (Athletico-PR); Everaldo e Kanu (Bahia).

ÁRBITRO – Rafael Rodrigo Klein (RS).

RENDA – R$ 964.532,78.

PÚBLICO – 33.978 torcedores.

LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (Bahia).

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO