BETH CUSCUZ QUER SER VEREADORA EM TEREZINA

19 de outubro de 2019 654

Ela é o equivalente piauiense da madame Carmem Maranhão, que reinou absoluta por décadas em Juiz de Fora, à frente de seu respeitável empreendimento o "K-2". Chama-se Elisabeth Lourdes Ferreira de Oliveira, mas é mais conhecida como "Beth Cuscuz", dona do maior e mais famoso prostíbulo de Terezina.
Beth Cuscuz quer agora avaliar os efeitos da fama junto ao eleitorado: acaba de filiar-se ao MDB para disputar uma cadeira na Câmara dos Vereadores da capital piauiense. Experiência não lhe haverá de faltar.

CARLOS HENRIQUE ÂNGELO (BLOG DO CHA)