BRASIL – MITOUUUUU, AMARELOU, ARREGOU!!!!

14 de setembro de 2021 63

O imitador de Hitler do século XXI, Mitoroso arregou na hora da onça beber água, se desmoralizou, se desclassificou, e colocou a democracia em crise. Não teve a coragem de fechar o STF é frouxo desiquilibrado, facínora e altamente nocivo para a sociedade brasileira.

Não há adjetivo que possa classificar a postura de Bolsonaro diante dos fatos de 7 de setembro.

AS VOZES SE CALAM DIANTE DO FRACASO DE BOLSONARO

Depois da recuada fantástica do falso mito, a Nação Brasileira e seu Povo se calam diante de um fracasso político indesejado.

A declaração de perdeu meu voto foi unanime nas redes sociais, a tragédia política só vem consolidar que o aprendiz de Hitler não tem coragem suficiente para morder quando lati muito.

ESTAMOS NUMA REDUFLAÇÃO

A crise política gerado pelo Mitoroso levou  

 A economia brasileira a entrar numa reduflação na casa dos 9,68% acumulada em esse estado a economia poderá entrar numa erosão.

THAU POEIRA

O programa do governo estadual com o prenome THAU POEIRA, não passa de uma ação politiqueira em busca de angariar votos para as eleições de 2022.

A contemplação do município de Ariquemes foi muito pouca por conta da força política que tem o município.

Ariquemes tem 3 deputados estaduais entre ele um presidente da assembleia, apesar de ter um que zero à esquerda, o município merecia ter recebido muito mais do que recebeu.

E pelo visto vai ficar nisso mesmo.

E de lascar o fio do pavio.

NENHUM GESTOR CUMPRI PROJETO DE LEI

A mais recente postagem feita pelo Fiscal do Povo, traz uma informação errônea e desnorteadora para o eleitor, pois ao se referir ao Projeto de Lei 2911 – este não obriga a nenhum gestor público a cumprir. Por outro lado, o Fiscal deveria mencionar a Lei.

A demais essa Lei a qual o Fiscal deseja se referir, ela já passou por um grifo de veto no Estado de São Paulo pelo Governador Doria, o Projeto de Lei de autoria da Deputada Estadual Janaína Pascoal, nos mesmos moldes do apresentado pelo Fiscal do Povo.

Que dizia que a mãe iria escolher a forma do parto (normal/humanizado ou cesariana).

Mas a política do SUS.

Indica que desde o tempo do final do FHC e início do Lula. Que o parto deve ser o normal sem uso de fórceps, ou episiotomia.

Está é a recomendação feita pelo Ministério da Saúde até hoje.

Além de toda essa normativa do SUS e Ministério ainda existe a conduta medica regulamentada por Lei Federal que deve ser seguida e não será uma simples Lei municipal que irá modificar os procedimentos do parto.

Enfim o SUS/MS diz para fazer parto normal o máximo possível

SITUAÇÃO ATUAL DA POLITICA

A esquerda vota com Lula independentemente de ser ele o pior dos homens, mente, bebe, quebra o país, pouco importa, porque acreditam ser ele o portador capaz de levar a esquerda com suas teses alucinadas ao poder, sem nunca ousar cobrar nada dele, ao contrário, o que ele faz está certo e na hora em que ele achar que deve fazer, já o pessoal da direita não, quer um super-homem, infalível e que ao menor erro pula para outro lado ou simplesmente abandona o barco, esquece que o mais importante não é a pessoa do presidente, mas a posição ideológica que ele representa.

(Escrita pelo Delegado Paulo Xisto).

SITUAÇÃO HEMODIÁLISE

Matilde ficou assustada com a situação do Centro de Hemodiálise de Ariquemes, por questões burocráticas do Governo do Estado, poderemos ter um colapso no Centro.

A questão é que a empresa detentora da licitação para entregar os reagentes não o fiz mesmo com uma demanda jurídica, esse fato prejudicou o abastecimento não só aqui em Ariquemes mais em todo o Estado. Para amenizar a situação Rondônia se socorreu no Estado do Acre pedindo emprestado os reagentes, porem são poucos para atender a demanda.

Neste caso se os políticos que representam o povo de Ariquemes não se alertarem e correrem atrás ai teremos um desastre no Centro de Dialise.

“P” DE PANDEMIA, PANDEMÔNIO, PARDIEIRO…

Nos últimos meses vivemos dias de terror e incertezas por conta da alta nos casos e óbitos por COVID, e quando pensamos estar estabilizando, tomando um fôlego, retomando uma vida normal, retomando a economia, os empregos, vem o “Líder” da nação municiado de palavras imbecís, fazendo de um dia de comemoração, o dia da nação o início de um pandemônio sem precedentes. O que pode ser tão igual ou pior que a COVID, que um presidente que mobiliza um país inteiro para um caos?

Quando foi que parar rodovias e fazer greve ajudou a resolver alguma coisa? O Brasil precisa de muitas coisas neste momento, inclusive uma reforma geral em todas as esferas políticas e jurídicas e econômicas, mas é deixado de lado para uma queda de braço entre os poderes, onde com certeza quem perde é a nação (o povo). Quantos bilhões esse discurso de 7 de setembro vai custar aos brasileiros, ao povo, porque a classe política não vai sentir, está tudo incluso nos seus benefícios. Mas o Zé vai sentir falta quando perder sua produção de leite na estrada que está fechada pelos grevistas, o dono do laticínio vai ter que parar a produção, vai faltar matéria prima, por sua vez ele vai dispensar funcionários, que por sua vez vão ficar desempregados, o dono do mercado vai subir o valor do preço na prateleira, e isso vai acontecer com todos os produtos que dependem de transporte, e isso é apenas uma das pontas de um caos anteriormente experimentado em 2018. Em quem devemos confiar o destino da nação?

Infelizmente não temos uma resposta.

Vemos em nosso estado uma assembleia tomada por um medo profundo de que se revele um dos maiores escândalos políticos do país, (muitas pontas soltas) visto que ninguém nem mesmo sob ameaça do tribunal da justiça, se posicionou para retirar o mandato do então deputado Édson Martins… entre outros o que dizer dos rompantes, dos ataques de fúria e escândalos do então deputado Geraldo da Rondônia, digno de uma internação compulsória… há uma enorme venda escondendo à luz dos olhos do povo , o verdadeiro pardieiro que se tornou a assembleia legislativa de Rondônia. Não se discute medidas para melhoria do estado, mas simplesmente o que se pode “trocar” para não perder o mandato. É muita coisa errada culminando para o caos da sociedade, a qual fazemos parte.

O que dizer da nossa cidade, que amanheceu o dia 8 com filas a dobrar quarteirões, e postos sem combustível. Imagens assustadoras de pessoas com galões, brigando por um litro de gasolina, e que dizer dos mercados superlotados e mesmo com a nova cepa circulando, o medo de passar fome é ainda maior que morrer pela variante indiana. Sobre a gestão municipal, secretaria de obras da a ordem e se faz o recapeamento e em poucos dias a “águas de Ariquemes” vai abrindo os buracos, falta sincronia …não dá para entender, ainda sobre obras, reformaram o hospital, mas não trocaram a fiação? O principal? E o que vai acontecer se os equipamentos sofrerem um curto circuito e queimarem (Rx, Tomógrafo) e o que dizer da parte de trás, a externa, foi feito uma reforma ali? E a UPA? Os postos de saúde sucateados…o que é aquilo? Sobre a secretaria da saúde, o que dizer da vacina, que está sendo armazenada em seringas e não está sendo retirada do vidrinho na frente da pessoa que vai receber a dose. Quem garante que fui vacinado?

O QUE HOUVE COM OS BOLETINS COVID

Perguntaram a Matilde o porquê os boletins deste mês, da COVID 19 não estão sendo publicados na página do Facebook da prefeitura. Isto é as publicações são em menor número que nos outros tempos. Dizem que é falha do sistema, mas pode ser para mascarar informações. Matilde quer saber.

 

 

Fonte: AOR OLIVEIRA
O QUE DA NOTICIA (AOR OLIVEIRA)