Coordenadora do Programa CNH Social alerta para o último dia de prazo para matrículas on-line

7 de abril de 2021 9

O prazo para a realização de matrícula para as 3 mil pessoas classificadas na terceira edição do programa CNH Social, do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-GO), que oferece a oportunidade de obter gratuitamente a primeira habilitação ou até mesmo adicionar e mudar a categoria do documento, vai até às 23h59 desta quarta-feira (7).

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, a coordenadora do programa, Ednalva Garcia, alegou que, embora a procura seja muito grande, há pessoas que ainda não realizaram sua matrícula, por pensarem que não foi contemplado ou, até mesmo, confundirem o prazo de matrícula on-line com a abertura do processo, onde deve ser entregue a documentação.

“Quero chamar a atenção desses candidatos que se inscreveram no programa para não perder a oportunidade. Hoje é o último dia. Lembrando aos candidatos: hoje é o último dia para realizar a matrícula. Eles estão ligando, desesperados, achando que hoje é o último dia para abrir o processo. Não! Hoje é o último dia que ele entra no site do Detran e avisa para o Detran que ele quer essa vaga”, alertou. “O processo pode ser aberto até o dia 22”, completou.

A coordenadora afirmou que, até o momento, o programa recebeu, em sua terceira etapa, a matrícula de pouco mais de 2 mil candidatos, sendo que o benefício contemplou 3 mil candidatos. “Esses esquecidinhos vão deixar a vez para os que estão na fila aguardando”, alertou.

A lista dos candidatos classificados se encontra disponível no site do Detran Goiás e, para realizar a matrícula, os inscritos devem clicar na aba de matrícula “CNH Social” e preencher corretamente os campos solicitados. “O programa é custo zero, mesmo, pro candidato. O candidato não paga nada, nada, para estar pegando sua habilitação. Ele vai passar por um processo normal, de habilitação, fazer o curso, a prova teórica, depois as aulas práticas, é um trâmite normal. Esse canditato não paga nenhuma taxa do Detran, não paga taxa na autoescola, não paga nenhuma taxa para exames clínicos”, ressalta.

Implantado pelo Governo de Goiás no ano de 2009, o programa CNH Social beneficia a população goiana de baixa renda, que possui cadastro ativo nos programas sociais do Governo Federal, o CadÚnico e já contemplou, de acordo com Ednalva, mais de 6 mil candidatos. “A procura é muito grande. A vontade do governador é de estar distribuindo mais vagas”, ponderou.

Fonte: MEL CASTRO