Crusoé: O recuo tático de Moraes

24 de maio de 2024 212

A reportagem de capa da nova edição de Crusoé, assinada por Carlos Graieb e Wilson Lima, destaca o recuo tático de Alexandre de Moraes. A absolvição do senador Sergio Moro (União-PR) das acusações de abuso de poder econômico, caixa 2 e uso indevido de meios de comunicação na terça-feira, 21, foi obtida tanto dentro quanto fora do Tribunal Superior Eleitoral. Ela se deveu à falta de qualquer prova que desse consistência às acusações – fato reconhecido unanimemente pelos sete ministros da Corte –, mas também a movimentações políticas, especialmente a busca de um armistício do presidente do TSE com o Congresso.

Essa busca pelo distensionamento entre os poderes não deve se resumir ao caso de Moro. Mais significativa pode ser a absolvição do senador Jorge Seif (PL-SC), muito alinhado ao ex-presidente Jair Bolsonaro e, também ele, acusado de abuso de poder econômico nas eleições de 2022.

A matéria “A mãe dos bichinhos pobres”, assinada por Duda Teixeira, mostra como Janja tem utilizado a tragédia no Rio Grande do Sul para se promover, inserindo o cuidado com os animais na propaganda estatal. Se Lula era o pai dos pobres, Janja se projeta como a mãe dos cachorros desamparados. Há quem acredite que o janjismo poderá ser uma alternativa ao lulismo no futuro. Mas, se der errado, também poderá ser o seu crepúsculo.

A reportagem “O Oriente Médio em dois fronts”, de Caio Mattos, diz como a morte do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, o “açougueiro de Teerã”, e o pedido de prisão do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, deixam os dois países mais preocupados com seus próprios problemas e reduzem as chances de um conflito entre eles.

Crusoé Entrevistas

Em entrevista a Felipe Moura Brasil, o senador Sergio Moro (União-PR) comenta a decisão do TSE que manteve o seu mandato e promete seguir fazendo “oposição firme” ao governo do PT, além de apoiar um candidato para derrotar o partido nas eleições presidenciais de 2026.

Também em entrevista a Crusoé, o advogado e coordenador da Skema Business School, Dorival Guimarães Pereira Jr., explica por que discorda da atitude do procurador Karim Khan de colocar o Estado de Israel e o Hamas no mesmo pedido de mandados de prisão.

Colunistas

Privilegiando o assinante de O Antagonista+Crusoé, que apoia o jornalismo independente, também reunimos nosso timaço de colunistas. Nesta edição, escrevem Josias TeófiloAlexandre Soares SilvaJerônimo TeixeiraRodolfo Borges e Ivan Sant’Anna.

Assine Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Fonte: Redação O Antagonista