DataFórum: machismo de Bolsonaro na Marcha para Jesus é destaque no Twitter

27 de junho de 2022 60

Levantamento DataFórum desta sexta-feira (27) revela que a grosseria machista de Bolsonaro contra a vice-governadora de Santa Catarina foi destaque no Twitter. 

Durante sua passagem pelo Balneário Camboriú (SC) neste sábado (25), para acompanhar a Marcha para Jesus, o presidente Jair Bolsonaro (PL) foi flagrado em vídeo no momento em que destratava a vice-governadora do estado, Daniela Cristina Reinehr, que também é do seu partido.

Ao se aproximar de apoiadores, de mãos dadas com o empresário Luciano Hang, o “Véio da Havan”, Bolsonaro se vira para Reinehr, que estava ao seu lado, e dá a ordem: “vai pra trás, meu Deus do céu”. A grosseria viralizou nas redes e teve forte repercussão na comunidade lulista. 

Ao se aproximar de apoiadores, de mãos dadas com o empresário Luciano Hang, o “Véio da Havan”, Bolsonaro se vira para Reinehr, que estava ao seu lado, e dá a ordem: “vai pra trás, meu Deus do céu”. A grosseria viralizou nas redes e teve forte repercussão na comunidade lulista. 
Por sua vez, os grupos bolsonaristas se concentraram em divulgar imagens da Marcha para Jesus, que foi transformada em evento eleitoral pró-Bolsonaro, para disseminar o discurso de que o presidente está com a popularidade em alta, o que não se reflete nas pesquisas de opinião. 
Outro assunto que repercutiu foi o fato de o jornalista Leo Dias e a militante bolsonarista terem divulgados dados sigilosos sobre o estupro sofrido pela atriz Karla Castanho e o fato dela ter dado para doação a criança fruto da violência pela qual ela passou. O caso causou indignação entre as comunidades progressistas. 
Bolsonaristas destacam participação de Bolsonaro na Marcha para Jesus  
Entre os principais destaques da comunidade estiveram imagens do público na visita de Bolsonaro ao Balneário Camboriú, na Marcha para Jesus e uma entrevista de Bolsonaro para Augusto Nunes.


Novamente foi atribuído o fracasso do governo na gestão da economia ao “fique em casa” durante a pandemia. Houve ainda ataques ao Lula, STF e imprensa.

Lulistas destacam grosseria machista de Bolsonaro 
 
O grande destaque do agrupamento foi a grosseria do Bolsonaro com a vice-Governadora de SC, que aparece em vídeo dizendo a ela “fica pra trás”. O vídeo constrangedor causou muita indignação e diversas pessoas destacaram o caráter machista do ato. 
Também repercutiu a imagem aérea do ato, mostrando que o público presente não era tão grande quanto aparenta em fotos divulgadas por bolsonaristas.

Comunidades progressistas se indignam com divulgação do caso Karla Castanho 
 
A assunto de maior repercussão nesta comunidade foi a divulgação do estupro da atriz Klara Castanho. 


Também houve destaque para a rejeição de Bolsonaro entre as mulheres e os mais pobres, e para tiradas bem-humoradas pró-Lula. 

"Ciranha" volta a ser destaque na comunidade cirista 
 
O tweet de maior alcance foi a manifestação de solidariedade de Marina Silva ao Ciro Gomes, que foi alvo de notícia-crime apresentada pelo Ministro da Defesa. 


Também teve bom engajamento um vídeo com desenho animado do “Ciranha” e o apoio do presidenciável à Klara Castanho. Ciro novamente foi apresentado como alternativa a Lula e Bolsonaro.

Lavajatistas compartilham "heranças" da Operação Lava Jato 
 
Este grupo se concentrou na defesa do legado da operação Lava Jato, mas também houve a alegação de que Gilmar Mendes está agindo em favor do Lula, bem como o Ministro Bruno Dantas, do TCU. 

Felipe D´Ávila se apresentou como herdeiro dos votos do Moro e acabou sendo retuitado por membros da comunidade.


 

 

 

Fonte: REVISTA FÓRUM/MARCELO Hailer