E não, não desejo que morra. Tenho pena do lençol freático.

3 de novembro de 2019 473

Você pode não gostar do Fogaça e detestar o site O OBSERVADOR, veículo de comunicação que ele dirige. É um direito e a democracia abraça o posicionamento sem maiores traumas.

Mas ele é avô de duas crianças e está sitiado na Bolívia junto com elas em uma situação de risco à integridade física dele e dos familiares.

E a polarização política anda num nível tão grotesco que eu vi um tipo querendo tirar sarro do calvário simplesmente pelo fato de o jornalista já ter sido filiado ao PCdoB.

Um sujeito desses, asqueroso, repugnante, decrépito de alma e reptiliano de coração, não há dúvidas, está moralmente morto há muito tempo, mas ainda vivo o suficiente no plano literal para sentar o rabo no shopping e passar horas a fio vadiando, sem produzir nada, fazendo peso na terra e lançando olhares libidinosos às passantes.

E não, não desejo que morra. Tenho pena do lençol freático.

VISÃO PERIFÉRICA

POR: VINICIUS CANOVA