Frente Democrática de Rondônia define parcerias esta semana, morosidade do Iperon nos processos de aposentadorias, pré-candidaturas a deputado em Ji-Paraná

24 de maio de 2022 62

 Parceria – A Frente Democrática de Rondônia, que agrega sete partidos (PT, PSB, Solidariedade, Psol, Rede, PC do B e PV) estará reunida em Porto Velho no próximo dia 28, para definir os candidatos a governador, vice, Senado, Câmara Federal e Assembleia Legislativa visando as eleições de outubro próximo. Antes o presidente do diretório municipal do PT, de Porto Velho, Ramon Suruí, reunirá a cúpula do partido na quarta-feira (25) na sede da agremiação na capital, para definir o que será discutido no encontro de sábado e abrir uma pré-campanha de apoio à pré-candidatura de Lula à presidência da República. Faltam alguns detalhes para que a Frente Democrática seja efetivada e realizadas as primeiras ações políticas, ajustes que serão feitos durante os encontros.  

Governo-vice-Senado – O bloco “abre alas” da Frente Democrática já estaria definido com as pré-candidaturas de o advogado Vinícius Miguel (PSB) a governador, ex-deputado federal Anselmo de Jesus (PT) a vice, e ex-governador Daniel Pereira (Solidariedade) a senador. O acordo deverá ser efetivado no sábado (28). O projeto da Frente Democrática, no caso a efetivação das pré-candidaturas de Vinícius, Anselmo e Pereira, é posteriormente percorrer o Estado formatando parcerias para consolidar os pré-candidatos na capital e interior, e fortalecendo o pré-candidato do PT, Lula da Silva à presidência da República, tendo como vice o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSB). É o PT em busca do caminho perdido nas eleições de 2020 (prefeito, vice e vereadores) e nas gerais de 2018 (presidente da República, govenadores e respectivos vices, duas das três vagas ao Senado, Câmara Federal e Assembleias Legislativas.  

RRS – Amanhã (24) é feriado municipal em Porto Velho, dia da Padroeira do município, Nossa Senhora Auxiliadora. A paralisação dos trabalhos pelo servidor municipal na terça-feira não afetou as  atividades políticas. Os deputados estaduais, por exemplo, estão com as atenções concentradas em Ji-Paraná, onde está sendo realizada desde sábado (21) a 9ª Rondônia Rural Show (RRS), maior feira de agronegócios e tecnologia do Norte do País, aberta no sábado (21), que será encerrada no próximo dia 28. A expectativa é de comercializar durante o período de feira cerca de R$ 3 bilhões e uma movimentação em torno de 200 mil pessoas devido à importância do evento, que mobiliza o Estado e não foi realizado em 2020 e 2021, devido a pandemia provocada pelo covid-19.  

Iperon – As reclamações dos serviços prestados pelo Instituto dos Servidores Públicos do Estado de Rondônia-Iperon são constantes. A maioria se refere aos processos de aposentadorias, que não conseguem ter solução de continuidade. Há muitos casos com documentação totalmente regular, com nada a acrescentar, mas que não são concluídos. A burocracia, falta de vontade, inoperância, ou mesmo irresponsabilidade com o andamento dos processos são comuns. Pessoas que há tempos já poderiam estar aposentadas e cuidando do futuro devido à nova realidade, ficam aguardando pela boa (ou má) vontade de servidores, no mínimo, negligentes, que não dão andamento aos processos de aposentadorias. É o fim da rosca...  

Deputado – Após deixar o PT e passar por alguns partidos, o ex-presidente da Assembleia Legislativa (Ale), Hermínio Coelho, articula uma pré-candidatura a deputado estadual. De volta do PT Hermínio é pré-candidato a uma das 24 vagas na Ale-RO, nas eleições deste ano e, se depender da maioria dos servidores da Casa do Povo, uma das cadeiras já é dele. Na sua passagem pelo legislativo estadual, Hermínio ocupou a presidência da Casa e, devido a sua proximidade com o quadro funcional é sempre citado como “amigo do servidor”. Quem também tem amplo trânsito junto aos servidores do legislativo estadual é o ex-presidente, Carlão de Oliveira.  

Respigo  

A desistência do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Ji-Paraná (dois mandatos seguidos), Jesualdo Pires, anunciada na última semana preocupa a cúpula do PSB de Rondônia, que tem como presidente do diretório regional, o deputado federal Mauro Nazif. Ele tem como meta persuadir Jesualdo a mudar de ideia, mas quem conhece o experiente político de Ji-Paraná, mais de 195 mil votos nas eleições ao Senado em 2018, sabe, que dificilmente ele irá reconsiderar sua decisão de se afastar da política +++ Três nomes em destaque na disputa por vagas na Ale-RO com domicílio eleitoral em Ji-Paraná. Além de Laerte Gomes (PSD), que é pré-candidato à reeleição, o ex-deputado estadual e ex-vice-governador, Airton Gurgacz (PDT) e o presidente da Câmara de Vereadores, Weliton Negão (MDB) são nomes em condições de sucesso nas eleições de outubro próximo +++ A ex-vereadora e candidata a prefeita nas eleições de 2020, Cláudia Regina (PT) é mais um nome com considerável poderio eleitoral. As chances são grandes de Ji-Paraná, a partir de fevereiro de 2023 ser a segunda maior bancada na Ale-RO, perdendo somente para Porto Velho.

Fonte: WALDIR COSTA
RD POLITICA ( WC E REDAçãO)