Garçom vence o efeito Bolsonaro, mas quase se ferra. Tudo porque o deputado Camargo resolveu abrir o bocão

10 de junho de 2024 22

O prefeito eleito Lindomar Garçom agora precisa se defender da ação no TRE por conta do vídeo de Camargo, anunciando uma clara tentativa de comprar votos, com uma emenda parlamentar de meio milhão de reais. Com um aliado desses, o homem da bandeja não precisa de adversários

A eleição de Lindomar Garçom em Candeias do Jamari comprova que, apesar de ter o apoio da maioria dos eleitores de Rondônia, o ex-presidente Jair Bolsonaro não consegue transferir votos para assegurar a eleição de um candidato de seu partido. Não adianta apenas ter o apoio e um vídeo gravado por Bolsonaro. Garçom é a prova de que o candidato precisa ter seus próprios votos.

 

É hora de o presidente estadual do PL, senador Marcos Rogério, começar a repensar suas estratégias, pois a derrota de Ribamar Araújo no Candeias mostra que alguma coisa não está certa no comando dos liberais. Afinal, a vitória de Garçom foi esmagadora. E dizem que havia no PL um nome melhor para concorrer, mas Marcos Rogério tem suas preferências, por isso não teria escolhido bem.

Da mesma forma que um vídeo e o apoio de Bolsonaro não foram suficientes nem para diminuir a distância entre Ribamar Araújo e Garçom, também não serão suficientes para assegurar a reeleição de Marcos Rogério. O PL vai perder dois nomes muito fortes: o senador Jaime Bagattoli e a deputada federal Silvia Cristina. Eles migrarão para o PP do ex-governador Ivo Cassol. Tudo porque Marcos Rogério não se entende com os dois.

O que Bagattoli falou de Marcos Rogério durante a Rondônia Rural Show é impublicável. Bagattoli deve ter provas, e o assunto está circulando. Logo mais lama deve respingar em Marcos Rogério. A coisa não está fácil para o PL, por isso o presidente estadual precisa repensar seu modo de agir.

Camargo

A campanha de Lindomar Garçom estava indo muito bem, e seu futuro político parecia consolidado. Pesquisas mostravam que ele teria perto de 70% dos votos. Então o deputado Rodrigo Camargo resolve abrir o bocão e grava um vídeo, falando com “papais e mamães de autistas”, prometendo uma emenda parlamentar de meio milhão de reais para quando Garçom tomasse posse na prefeitura.

Tudo estava indo bem, até Camargo abrir o bocão

Garçom foi obrigado a gravar outro vídeo quando a coisa começou a estourar. Para salvar a situação, o homem da bandeja começou a dizer que os adversários estavam criando um fato político para tentar atrapalhar sua eleição. Liso como um bagre ensaboado, ele não disse que se tratava do vídeo com a promessa de compra de votos. Tudo porque Camargo resolveu abrir o bocão.

Adversários de Lindomar Garçom achavam que o vídeo do deputado Camargo, onde a configuração do crime é clara, seria suficiente para impugnar a candidatura do primeiro colocado nas pesquisas eleitorais. É claro que a Justiça Eleitoral não faria isso. O próprio TRE determinou eleições para prefeito no Candeias para acabar com a bagunça. Vereadores com poucos votos tratavam de tirar o prefeito e o vice, e assumiam a prefeitura. O TRE não iria interferir desse jeito, somente porque Camargo abriu o bocão.

Durante os últimos oito anos, no Candeias o prefeito durava seis meses, isso quando não morria. O TRE resolveu colocar ordem na casa, por isso não cassaria a candidatura. E o vídeo com Camargo abrindo o bocão não influenciou em nada na eleição. Pesquisas mostram que o homem da bandeja já estava muito na frente dos demais candidatos.

Mas a ação não vai parar somente porque Garçom foi eleito. Ele precisará se defender, pois em caso de condenação não deverá ser tirado do cargo, mas poderá ficar oito anos inelegível, junto com Camargo. E o julgamento poderá demorar, ainda. O principal é colocar ordem no Candeias.

Estava tudo certo para Garçom vencer as eleições do último domingo (9) e assim se fortalecer para as de outubro, assegurando sua permanência na prefeitura por mais tempo e reiniciando com força sua carreira política, podendo logo alçar voos mais altos. Isso até Camargo abrir o bocão. Com um aliado desses, Lindomar Garçom não precisa de adversários.

 

 

Fonte: SALINANILT