Grupo organiza candidatura a prefeito de Porto Velho, meta é também eleger maior número de vereadores, sem Isaú a disputa em Ji-Paraná ganha destaque

28 de março de 2024 38

Prefeito – O assunto está sendo alinhado junto a várias lideranças políticas de Rondônia, visando as eleições a prefeito de outubro próximo. O grupo trabalha o agrupamento de várias lideranças políticas, consolidadas e emergentes, e pretende disputar a sucessão municipal na capital com enorme capacidade de vitória nas urnas. Um dos deputados da atual legislatura, que está entre os nomes fortes da parceria, inclusive com possibilidades de ele concorrer a prefeito, pediu para não revelar o nome e nem quais os partidos que estão alinhados para as eleições deste ano, inclusive com a adesão de vários vereadores que são candidatos à reeleição.

Eleições – Antes o político considerado “bom de voto” era muito paparicado pelos dirigentes partidários. Hoje não. O político detentor de mandato e, mesmo sem, que ficou de fora, devido a circunstâncias diversas, como ser muito bem votado e o partido não alcançar o quociente eleitoral estão no grupo, que pretende eleger o prefeito, vice e o maior número de vereadores. O anúncio das lideranças partidárias que estão em fase final de negociação do candidato a prefeito e câmara de vereadores deverá ocorrer nos próximos dias, provavelmente, antes do próximo dia 5, último prazo para vereador mudar de partido sem perder o mandato, dentro da “Janela Eleitoral”, ou dia 6, data final para filiação partidária em condições de disputar as eleições deste ano. A animação entre os membros do grupo é grande.

Ji-Paraná – Com o afastamento, pela Justiça, do prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca (UB), a sucessão municipal toma novos rumos. Certamente o ex-prefeito e ex-deputado estadual, Jesualdo Pires (PSB) será pressionado a entrar na disputa. Nas eleições de 2018, renunciou ao cargo no último ano do segundo mandato consecutivo de prefeito de Ji-Paraná, para disputar, na época, uma das duas vagas ao Senado. Não se elegeu, mas somou mais de 195 mil votos, sendo mais de 41 mil em Ji-Paraná. Jesualdo, ainda, não tinha se manifestado sobre a possibilidade de enfrentar as urnas este ano, mas certamente está no topo da lista de nomes em condições de concorrer à sucessão municipal.

Ji-Paraná II – Negar que o prefeito-afastado Isaú Fonseca (UB) não teria condições de se reeleger, após o primeiro afastamento do cargo em julho de 2023 e retornando em dezembro do mesmo ano, via judicial, é admitir que não tem um mínimo de conhecimento político do segundo maior e mais importante econômica, social e politicamente município de Rondônia. Isaú é um político experiente, esperto e certamente usaria o retorno ao cargo como mote de campanha. O problema é agora, com o segundo afastamento e prazo de 120 dias, quando os candidatos já estariam definidos, por isso, estaria definitivamente fora da disputa para um novo mandato.

Ji-Paraná III – Como Jesualdo Pires não se manifestou publicamente sobre uma possível candidatura, e, caso realmente fique fora da disputa, a sucessão municipal ganhará um novo formato, pois nomes como do ex-secretário de Estado da Saúde, João Durval, que assinou recentemente filiação ao PL ganhar força. Sempre foi muito bem votado no município e, durante um bom período presidiu o PP no município, partido liderado pelo ex-governador, ex-senador, Ivo Cassol. Sem Isaú e com Jesualdo, ainda, sem se posicionar sobre uma provável candidatura, além de João Durval, que deverá se candidatar com apoio do presidente do seu partido, o senador Marcos Rogério, que é de Ji-Paraná, o PT também deverá entrar na disputa. E não se pode descartar o ex-senador e presidente regional do PDT, Acir Gurgacz e do seu tio, Airton Gurgacz, ex-deputado estadual e ex-vice-governador, que nada comentam sobre a sucessão municipal.  

Respigo

O ator Luciano Szafir, que ficou famoso, porque foi marido da Xuxa Meneguel e pai da Xaxa, esteve na manhã de hoje (27) na Assembleia Legislativa (Ale) para proferir palestra sobre empreendorismo. A mulherada fez fila para tirar fotografias +++ Os deputados Cirone Deiró (UB) e Cássio Góes (PSD), ambos de Cacoal destacaram ações do Governo do Estado na recuperação de rodovias ligando o município com o vizinho Estado do Mato Grosso. A direção do DER de Cacoal, Jair Almeida também foi destaque, pelo bom trabalho que vem realizando na região, de tem no café uma das suas forças econômicas +++ A presidente da Ucaver, Rosária Helena (UB), que reúne as câmaras de vereadores de Rondônia realizará Assembleia Geral Ordinária na terça-feira (2) no auditório da Câmara de Vereadores de Ouro Preto do Oeste, que é presidido por ela, a partir das 10h. Na pauta a discussão sobre alteração do Art. 39 do Estatuto, que trata da participação dos diretores nas eleições de outubro próximo.

Fonte: WALDIR COSTA
RD POLITICA ( WC E REDAçãO)