Homem tenta sete vezes dar bebida com veneno à mulher para matar o filho

9 de fevereiro de 2024 41

Um homem do Texas, nos Estados Unidos, que tentou induzir um aborto colocando um medicamento na bebida de sua esposa, foi condenado a 180 dias de prisão e 10 anos de liberdade condicional. Mason Herring, de 39 anos, declarou-se culpado de agredir uma pessoa grávida durante sua condenação na quarta-feira, conforme noticiado pela Associated Press.

O incidente ocorreu em março de 2022, quando Catherine Herring relatou às autoridades que seu marido começou a enfatizar a importância da hidratação, oferecendo-lhe água. Após consumir água de um copo oferecido pelo marido, que parecia turva, ela ficou gravemente doente. O marido explicou que a turvação se devia ao copo ou canos sujos.

Desconfiada, Catherine recusou outras bebidas oferecidas pelo marido. Mais tarde, encontrou no lixo uma embalagem de um medicamento contendo misoprostol, utilizado para induzir o aborto. Ela também forneceu à polícia vídeos de câmeras escondidas que mostravam o homem misturando uma substância em uma das bebidas.

Catherine, que solicitou o divórcio, considerou a pena de prisão insuficiente, relatando que a filha de um ano nasceu cerca de 10 semanas prematura, enfrenta atrasos no desenvolvimento e faz terapia oito vezes por semana.

O advogado de Mason Herring, Dan Codgell, concordou com o acordo judicial e considerou a sentença razoável. "É uma situação triste, e Mason aceitou a sua responsabilidade", destacou.

Fonte: NOTÍCIA AO MINUTO BRASIL