“Inadmissível que providências não sejam tomadas”, diz Mailza sobre demissão de pastor acusado de assédio

24 de julho de 2021 39

Foto: Pedro França/Agência Senado

Com um trabalho consistente no Senado em defesa das mulheres, a senadora Mailza Gomes (Progressistas) afirmou, nesta sexta-feira (23) em suas redes sociais, que demitiu sumariamente o seu assessor, pastor Ildson, assim que soube das várias denúncias de assédio envolvendo seu nome.

O pastor foi alvo de uma série de reportagens e, à medida que o caso ganhava repercussão, novos casos apareciam e áudios eram vazados. A senadora pelo Acre e presidente estadual do Progressistas exonerou o pastor, mas não havia comentado o caso. Agora, ela quebra o silêncio ao responder um internauta.

“Assim que soube, exonerei. A luta em defesa das mulheres é uma bandeira que defendo. Inadmissível que aconteça isso e providências não sejam tomadas. Um abraço!”, escreveu a senadora em resposta a um internauta.

O comentário ganhou força nas redes sociais e a senadora recebeu muitas respostas de apoio, sobretudo de mulheres.

“Mailza, uma mulher íntegra, jamais concordaria com atitudes insana. Parabéns, Mailza, quem te conhece sabe que vc jamais concordaria com tais atitudes. Estaremos aqui orando e torcendo por você” escreveu Maria Antônia Pacífico.

 

Fonte: POR TON LINDOSO, DO CONTILNET