MARCOS ROGÉRIO CONDENA O FIM DO MARCO TEMPORAL, A REFORMA TRIBUTÁRIA E NEGA ACORDO POLÍTICO COM HILDON CHAVES

17 de novembro de 2023 95

Ao final de uma entrevista dada pelo senador Marcos Rogério, quem a assiste acaba tendo múltiplos sentimentos. Em relação a ele, reforça-se a impressão de se estar assistindo e ouvindo um político sério, preocupado com seu país, seu Estado, seu povo e suas causas. O sentimento é de se acompanhar respostas claras, com posicionamentos firmes e sinceros, mesmo que não se concorde com eles. Mas não se pode ignorar também que o que o jovem senador rondoniense fala, informa e analisa sobre nosso país, não deixa, de outro lado, de dar um pouco de medo sobre o que nos aconteceu, o que está nos acontecendo, mas muito pior, o que pode estar vindo por aí, pelos lados do atual governo federal. Com sua atuação destacada no Senado Federal, ele se tornou um personagem nacional, aplaudido por onde passa, menos, é claro, pelos adversários que o temem, já que ele é, hoje, uma das vozes mais poderosas da oposição ao atual governo de esquerda no Brasil. Durante uma longa entrevista ao programa SICNews (SICTV, de segunda a sexta, 20 horas), com o apresentador e jornalista Everton Leoni e a jornalista Nataly Messias, o senador bateu firme no governo Lula, dizendo, entre outras coisas, que é “um governo entreguista”, já que entrega o domínio de parte do território nacional aos interesses estrangeiros”, num contexto em que analisava o veto presidencial à manutenção do marco temporal e bateu firme na ministra do Meio Ambiente, ao ser questionado do porquê do ódio dela em relação à BR 319: “Marina Silva vive do passado. É uma mente ultrapassada, sem conexão com a realidade”. Para ele, asfaltar a 319 é não é apenas uma questão regional, mas sim uma obra de interesse nacional.

Sem fugir de nenhuma questão (como o Marco Temporal, que, caso derrubado, será uma tragédia para Rondônia e para o Brasil, destacou ele com números e argumentos do que pode nos acontecer); a Reforma Tributária (“como foi aprovada, é muito ruim para o país”);  o Judiciário (“não há dúvida de que, nas esferas superiores, como no TSE e no STF, a Justiça tomou partido na última eleição”); a CPI do 8 de Janeiro (“a relatora só trabalhou para proteger seus aliados do governo. A CPI não serviu para nada”) Marcos Rogério também abordou temas locais. Um deles, o processo que está no TRE, contra a chapa eleita de Marcos Rocha e Sérgio Gonçalves, afirmando apenas que espera a decisão judicial, para tomar as suas próprias decisões. Negou também uma  aproximação política com o prefeito Hildon Chaves e disse que o PL terá candidatura própria tanto na Capital quanto no interior. Marcos Rogério voltou com força. Até onde irá, não se sabe! Assista a entrevista na íntegra pelo link https://www.youtube.com/watch?v=7JcxeWVdiyM .

Fonte: SÉRGIO PIRES
OPINIÃO DE PRIMEIRA (SERGIO PIRES)

Colaborador do www.quenoticias.com.br: Sérgio Pires, experiente jornalista e que escreve a coluna OPINIÃO DE PRIMEIRA no jornal Estadão do Norte. Atua também na TV Candelária, onde apresenta aos sábados o programa Candelária em Debate e diariamente o "PAPO DE REDAÇÃO" na rádio Parecis FM. Contato através e-mail: ibanezpvh@yahoo.com.br / celular: 81 24 24 24