O BRASIL SE TORNARÁ 'SURUBOCRACIA ANARCO-DIREITISTA' COM O BOZO?

21 de junho de 2022 42

josias de souza

BRASIL TEM MUITO A APRENDER COM COLÔMBIA E CHILE

Seguindo as pegadas do Chile, a Colômbia elegeu um presidente esquerdista. A julgar pelas pesquisas, o Brasil está prestes a fazer o mesmo. 

Quem quiser, pode achar que a esquerda coleciona vitórias. Mas o triunfo não será medido pelas urnas, mas pela capacidade dos eleitos de converter esperança em resultados. 

Por ora, o que deve ser realçado é o velho e bom exercício da alternância no poder. Nessa matéria, o Brasil de Bolsonaro tem muito a aprender com chilenos e colombianos. 

Eleito ontem (19/06), o senador e ex-guerrilheiro Gustavo Petro será o primeiro presidente de esquerda da história da Colômbia. A novidade mal havia saltado das urnas, no domingo, e o rival Rodolfo Hernández, um magnata populista de direita, já reconheceu a derrota. 

O presidente colombiano Iván Duque, duramente atacado por Petro durante a campanha, apressou-se em telefonar para o algoz, marcando o primeiro encontro para organização a transição de poder.

Algo semelhante ocorrera no Chile em dezembro do ano passado. Ali, o então deputado e ex-líder estudantil Gabriel Boric derrotou José Antonio Kast, um político assemelhado a Bolsonaro, defensor da ditadura de Augusto Pinochet. 

Além de reconhecer a derrota, Kast fez questão de visitar o comitê de campanha do vencedor. 

Na primeira reunião com Boric, o então presidente chileno Sebastian Piñera informou que o consultaria sobre decisões de governo antes mesmo de sua posse, que só ocorreria dali a três meses. 

No Brasil, Bolsonaro questiona o processo eleitoral; coloca as minhas Forças Armadas para brigar com o TSE do leninista Edson Fachin e do canalha Alexandre de Moraes, e acena com a contestação do resultado das urnas caso Lula prevaleça. 

Se não aprender as lições que lhe chegam da Colômbia e do Chile, Bolsonaro consolidará o seu projeto de transformar o Brasil numa surubocracia anarco-direitista, na qual todo Poder é exercido para o povo, com o povo ou apesar do povo. (por Josias de Souza)

Postado por 

Fonte: CELSO LUNGARETTI
A VISÃO DEMOCRÁTICA (POR CELSO LUNGARETTI )