O que Janja foi fazer no BNDES?

3 de abril de 2024 41

Em mais um voo solo, a primeira-dama Janja foi ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) nesta terça-feira, 2, onde se reuniu com Aloizio Mercadante, presidente do banco, e Tereza Campello, diretora socioambiental do banco.

Segundo O Estado de S.Paulo, a esposa do presidente Lula (PT) foi discutir dois projetos contemplados por recursos do Fundo Amazônia: o “Restaura Amazônia” e o “Amazônia na Escola: Comida Saudável e Sustentável”.

No encontro, a diretora Tereza Campello apresentou à primeira-dama os editais para aplicação de recursos do Fundo Amazônia, que tem 3 bilhões de reais em caixa para financiamentos não reembolsáveis de projetos voltados à proteção ambiental.

Debatendo a fome em Nova York com estilo

Em março, Janja representou o Brasil na 68ª Sessão da Comissão sobre a Situação da Mulher da Organização das Nações Unidas.

A mulher de Lula passou uma semana em Nova York, nos Estados Unidos, acompanhando as discussões na ONU sobre o tema.

O grande destaque de sua participação, no entanto, foi um par de sapatos da grife Hermès, que custam algo em torno de 8,5 mil reais.

Janja, a sucessora de Lula?

Integrantes do Palácio do Planalto têm afirmado que Lula já escolheu um sucessor para quando deixar a Presidência: a primeira-dama Janja.

Ao dizer em entrevistas que Janja teve papel determinante no 8 de janeiro, ao supostamente dissuadi-lo a não decretar uma GLO, Lula, simbolicamente, iniciou a sua passagem de bastão para a primeira-dama. Obviamente, o rito ainda terá outras etapas, mas essa foi uma demonstração de que o presidente achou uma solução doméstica para a sua sucessão.

Não é segredo que Janja tem suas pretensões políticas, deixando claro que pretende ressignificar o papel da primeira-dama.

Janja, uma radical livre no poder

O cargo de primeira-dama não é regulamentado nem na Constituição, nem em leis. Trata-se de uma tradição, em que a ocupante do posto — conquistado graças à sua relação com o mandatário, e não por ter sido eleita para tal — decide o que irá fazer.

Mas, enquanto todas as primeiras-damas anteriores optaram por se dedicar ao assistencialismo, Janja assumiu o ativismo político.

Janja, uma radical livre no poder

 

Fonte: Redação O Antagonista