Tabata critica gestão do Carnaval de rua e diz que não tem talento para desfilar

12 de fevereiro de 2024 36

MÔNICA BERGAMO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP) conta que nunca tinha visto o Carnaval de São Paulo "assim, de pertinho". A pré-candidata à prefeitura paulistana conversou com a reportagem na concentração do desfile da escola Vai-Vai, no Sambódromo do Anhembi, neste sábado (10).

Com uma pena rosa na cabeça e usando uma blusa prateada, a parlamentar caminhava pelos carros alegóricos e pelos foliões caracterizados antes de eles entrarem na avenida.
Tabata, porém, estava ali apenas como espectadora. Questionada se iria desfilar, a deputada respondeu, em tom de brincadeira: "Esse talento Deus não me deu. Só se eu nascer de novo".

"É muito impactante você ver as pessoas se preparando, a grandiosidade de tudo, então estou muito feliz de estar aqui", seguiu.
A deputada diz que prefere não comentar as vaias que o atual prefeito da cidade, Ricardo Nunes (MDB), recebeu na abertura dos desfiles, na sexta (9). "Isso aqui..." -afirmou, olhando ao seu redor, antes de seguir- "... é muito maior do que o que aconteceu ontem".
Ela critica, entretanto, a condução do Carnaval de rua na cidade pela gestão municipal.

"A gente vem num movimento de crescimento do nosso Carnaval. Tudo o que aconteceu neste ano, a demora com os editais, as questões de segurança, dá uma derrubada. É uma preocupação" afirma.
E não aprova a determinação do horário limite de 18h para o encerramento dos cortejos dos blocos. A medida da gestão municipal foi bastante criticada por carnavalescos.

"É [importante] garantir que o Carnaval da cidade não seja prejudicado pela má gestão que a gente está tendo hoje", acrescenta Tabata.

Fonte: FOLHAPRESS