UFC: após falar mal de brasileiros, Kelley é atropelado por Yanez

19 de junho de 2022 53

O americano Tony Kelley assumiu um personagem de vilão depois de ser flagrado chamando os brasileiros de "trapaceiros" no córner de uma luta de Andrea Lee contra Viviane Araújo. Neste sábado, no card principal do UFC Kattar x Emmett, em Austin (EUA), pagou pela boca. Contra o atleta da casa, Adrian Yanez, foi atropelado e derrotado por nocaute ainda no primeiro round.

Adrian Yanez (dir.) é apartado pelo árbitro e faz gestos obscenos para Tony Kelley (esq.) — Foto: Carmen Mandato/Getty Images

Adrian Yanez (dir.) é apartado pelo árbitro e faz gestos obscenos para Tony Kelley (esq.) — Foto: Carmen Mandato/Getty Images

Kelley foi vaiado desde o caminho ao octógono. Ele havia provocado Yanez e o público local na pesagem cerimonial de sexta-feira, na qual ficou acima do limite do peso-galo. Na apresentação, o americano fez gestos obscenos para o público. Na luta, porém, Kelley não apresentou quase nada. Foi dominado por Yanez, que o acertou com muitos cruzados duros. Apesar de causar um corte com um contragolpe, Kelley balançou com um cruzado. Yanez foi para cima e seguiu batendo até o adversário cair e o árbitro Kerry Hatley encerrar o combate.

- Ele falou muita besteira para mim antes da luta e durante a luta. Eu disse, "Não, vou te pegar por isso, você vai ver como é um homem do Texas e aqui, você vai ter que respeitar, irmão" - disse Yanez, que ainda insultou Kelley e precisou ser contido por Hatley após conseguir o nocaute.

Card preliminar de nocautes rápidos

O card preliminar já começou com um atropelo do peso-médio georgiano Roman Dolidze. Ele derrubou o americano Kyle Daukaus com um cruzado de esquerda e foi para cima. Daukaus se levantou, mas levou uma joelhada alta de esquerda pesada na cabeça e caiu nocauteado a 1min13s do primeiro round.

A segunda luta foi outro massacre, desta vez de Phil Hawes contra Deron Winn. O peso-médio americano castigou Winn com jabs, diretos e cotoveladas por toda a luta, mas Winn se recusava a cair. Na reta final do segundo assalto, uma sequência de joelhada e chute alto na cabeça abalou o adversário, e Hawes encerrou a luta com suas cotoveladas. O árbitro Herb Dean decretou nocaute técnico mesmo com Winn de pé, mas cambaleando muito.

Phil Hawes (esq.) golpeia Deron Winn (dir.) com uma cotovelada — Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Phil Hawes (esq.) golpeia Deron Winn (dir.) com uma cotovelada — Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

A série de atropelos continuou na terceira luta. O peso-galo Cody Stamman arrasou Eddie Wineland e conseguiu um nocaute técnico em 59 segundos no primeiro round. Um direto de direita machucou Wineland, e Stamann foi para cima. Após uma joelhada, ele devastou o veterano com uma série de cruzados até o árbitro Jacob Montalvo encerrar a luta. Wineland, 37 anos, tirou suas luvas num sinal de que está se aposentando após sua terceira derrota consecutiva.

Jeremiah Wells também nocauteou Court McGee rapidamente. O cruzado de esquerda do peso-meio-médio pegou na ponta do queixo do veterano e o nocauteou em apenas 1min34s de luta.

UFC Kattar x Emmett
18 de junho de 2022, em Austin (EUA)
CARD PRINCIPAL
Josh Emmett venceu Calvin Kattar por decisão dividida (48-47, 47-48, 48-47)
Kevin Holland venceu Tim Means por finalização a 1min28s do R2
Joaquin Buckley venceu Albert Duraev por nocaute técnico aos 5min00s do R2
Damir Ismagulov venceu Guram Kutateladze por decisão dividida (28-29, 29-28, 30-27)
Gregory Robocop venceu Julian Marquez por nocaute aos 3min18s do R1
Adrian Yanez venceu Tony Kelley por nocaute técnico aos 3min49s do R1
CARD PRELIMINAR
Natália Silva venceu Jasmine Jasudavicius por decisão unânime (30-26, 30-27, 30-27)
Jeremiah Wells venceu Court McGee por nocaute a 1min34s do R1
Ricardo Carcacinha venceu Danny Chavez por nocaute a 1min12s do R1
Maria Oliveira venceu Glorinha de Paula por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Cody Stamann venceu Eddie Wineland por nocaute técnico aos 59s do R1
Phil Hawes venceu Deron Winn por nocaute técnico aos 4min25s do R2
Roman Dolidze venceu Kyle Daukaus por nocaute a 1min13s do R1

Fonte: Por Combate.com — Austin (EUA)