UFC: Josh Emmett vence Calvin Kattar em card repleto de grandes lutas

19 de junho de 2022 60

Um evento incrível, repleto de grandes batalhas e com nove combates encerrados antes do gongo final, terminou com uma luta muito parelha no peso-pena neste sábado em Austin (EUA). Em confronto de americanos, Josh Emmett venceu Calvin Kattar por decisão dividida (48-47, 47-48, 48-47) na luta principal do UFC Kattar x Emmett. Foi sua quinta vitória consecutiva.

- Dana, me dê meu title-shot. Acho que mereço, venci o Kattar e olhe os caras que ele enfrentou e venceu. Esta divisão precisa de sangue novo - pediu Emmett após a luta.

Os dois pesos-penas fizeram um primeiro round bem equilibrado e tenso. Kattar cortou o olho esquerdo de Emmett com um direto certeiro, mas foi Emmett quem acertou mais golpes contundentes, sempre levando perigo com a mão direita. Kattar passou a controlar mais a distância com o jab no segundo assalto e voltou a abrir o corte no supercílio do adversário. Emmett tentou responder com uma blitz no final do round, mas levou uma joelhada que o fez dobrar os joelhos.

Josh Emmett (dir.) joga o direto de direita contra Calvin Kattar (esq.) — Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Josh Emmett (dir.) joga o direto de direita contra Calvin Kattar (esq.) — Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Emmett voltou a conectar com bombas no início do terceiro round, mas Kattar cresceu no decorrer do assalto. Ele acertou jabs, uppercuts e cotoveladas. Emmett novamente respondeu com um bom fim de período, com gancho forte no corpo, uppercut de esquerda e cruzado de direita. O quarto round foi ainda mais intenso. Kattar conectou uma cotovelada giratória e seguiu com um direto que fez Emmett sambar. Mas isso não impediu Emmett de ir para cima com tudo nos minutos finais.

Com o olho esquerdo praticamente fechado pelo inchaço, Emmett foi para o último assalto jogando cruzados abertos e buscando a queda. Mas Kattar o atingiu com bons jabs e levou perigo com cotoveladas. Ele também acertou um bom uppercut. Emmett também deixou o olho esquerdo do oponente bem inchado pelo acúmulo de golpes. Os dois trocaram golpes francamente nos segundos finais, mas sem muita precisão.

Demais destaques do card principal

 

O cazaque Damir Ismagulov e o georgiano Guram Kutateladze protagonizaram um combate muito técnico e com muitos golpes duros conectados de ambos os lados. Ismagulov acabou anunciado vencedor por decisão dividida dos juízes e levou sua sequência de vitórias a 19 lutas seguidas. Ele prometeu chegar ao cinturão do peso-leve.

- UFC, quero uma grande luta! Top 15! Nesta selva, tem um novo rei! O cazaque vai tomar conta - disse Ismagulov na entrevista pós-luta.

Albert Duraev com o olho esquerdo totalmente fechado durante luta contra Joaquin Buckley — Foto: Carmen Mandato/Getty Images

Albert Duraev com o olho esquerdo totalmente fechado durante luta contra Joaquin Buckley — Foto: Carmen Mandato/Getty Images

O americano Joaquin Buckley e o russo Albert Duraev também protagonizaram uma grande luta pelo peso-médio. Ambos acertaram chutes altos poderosos e abriram cortes no rosto um do outro. Mas os punhos de Buckley conectaram com mais precisão e potência. Um direto de direita levou o russo a knockdown e praticamente fechou o olho esquerdo de Duraev, inchado. O russo mostrou resiliência e, mesmo com outro knockdown com cruzado de esquerda, sobreviveu até o fim do segundo round. O médico, porém, avaliou que Duraev não tinha condições de continuar - não enxergava com o olho esquerdo - e encerrou a luta, resultando em vitória por nocaute técnico de Buckley.

Kevin Holland e Tim Means também deram show no peso-meio-médio. Os dois americanos trocaram golpes de maneira franca por todo o combate. Os diretos de Holland foram mais certeiros e contundentes. No segundo round, Means caiu fora de si após um dos diretos do adversário e acabou pego num triângulo de mão. Ele bateu em desistência rapidamente.

UFC Kattar x Emmett
18 de junho de 2022, em Austin (EUA)
CARD PRINCIPAL
Josh Emmett venceu Calvin Kattar por decisão dividida (48-47, 47-48, 48-47)
Kevin Holland venceu Tim Means por finalização a 1min28s do R2
Joaquin Buckley venceu Albert Duraev por nocaute técnico aos 5min00s do R2
Damir Ismagulov venceu Guram Kutateladze por decisão dividida (28-29, 29-28, 30-27)
Gregory Robocop venceu Julian Marquez por nocaute aos 3min18s do R1
Adrian Yanez venceu Tony Kelley por nocaute técnico aos 3min49s do R1
CARD PRELIMINAR
Natália Silva venceu Jasmine Jasudavicius por decisão unânime (30-26, 30-27, 30-27)
Jeremiah Wells venceu Court McGee por nocaute a 1min34s do R1
Ricardo Carcacinha venceu Danny Chavez por nocaute a 1min12s do R1
Maria Oliveira venceu Glorinha de Paula por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Cody Stamann venceu Eddie Wineland por nocaute técnico aos 59s do R1
Phil Hawes venceu Deron Winn por nocaute técnico aos 4min25s do R2
Roman Dolidze venceu Kyle Daukaus por nocaute a 1min13s do R1

Fonte: Por Combate.com — Austin (EUA)